Academy

Certificação CFP: o que é, como obter e como se preparar

PUBLICADO EM: 18.1.21 | 10H17
ATUALIZAÇÃO: 10.2.21 | 15H08
Reconhecida internacionalmente, a certificação CFP é uma das mais almejadas no mercado financeiro: veja requisitos e como a EXAME pode te ajudar com um curso preparatório completo

Imagem da Editoria Exame Invest
Maria Rachel



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 6MIN

A certificação CFP é um dos mais respeitados certificados globais do mercado, destinado a planejadores financeiros pessoais. É a abreviação de Certified Financial Planner (ou Planejador Financeiro Certificado), um grande diferencial para quem decide trabalhar com gestão direta do patrimônio de clientes, desde o planejamento até a execução de cada investimento.

Mundialmente reconhecida, a CFP comprova as habilidades teóricas e práticas do planejador financeiro e, apesar de não ser obrigatória para exercício da função, diversas empresas somente contratam profissionais com o título.

De origem norte-americana, a certificação é gerida pela Financial Planning Standards Board (FPSB) e está presente em 26 países. No Brasil é concedida pela Associação dos Planejadores Financeiros (Planejar).

Precisa se preparar para a prova de CFP? Então tenha acesso ao conteúdo mais completo do mercado com o Curso Preparatório de Certificação CFP da EXAME.

Como funciona a CFP

O objetivo da CFP é assegurar que o profissional apresente conhecimentos e atitudes de alto nível para a atividade de planejamento financeiro, independentemente do produto ou serviço oferecido.

É obrigatória?

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM), entidade brasileira que fiscaliza o mercado financeiro, não exige licença profissional para a atuação de planejador financeiro. Isso significa que o certificado CFP é obtido de forma voluntária e não obrigatória. Mesmo assim, costuma ser exigido por diversas companhias, principalmente no segmento de private banking.

Quantos profissionais possuem CFP no Brasil

Mais de 4,6 mil planejadores financeiros brasileiros têm a certificação CFP, sendo o Brasil o país com maior crescimento de profissionais habilitados do mundo, segundo dados da Financial Planning Standards Board (FPSB). Entre 2017 e 2018 o número subiu 17%.

A quantidade cada vez maior de certificações CFP se explica pela alta demanda por profissionais altamente qualificados para organizar a vida financeira de brasileiros sem tempo ou conhecimento para gerenciar o próprio dinheiro e fazê-lo render conforme seus objetivos.

Por que obter a certificação CFP

A maioria das instituições financeiras brasileiras contratam somente profissionais com a certificação CFP, pois o selo é considerado como um validador da alta competência do planejador financeiro.

Vale ressaltar que, de acordo com o Código da Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), a partir de 2016 se tornou obrigatório que pelo menos 75% dos gerentes de relacionamento de private banking associados à Anbima deveriam ser certificados CFP.

Outro ponto é de que profissionais com CFP ganham notoriedade no site da Planejar, que conta com uma ferramenta para que planejadores financeiros certificados sejam encontrados por possíveis clientes.

Quanto ganha um profissional com certificação CFP

A remuneração de um planejador financeiro costuma ser de R$ 5 mil a R$ 20 mil por mês, segundo o site ProSeek. A variação normalmente se dá pelas certificações adquiridas, segmento em que o profissional atua, e se é remunerado pelos produtos que vende ou diretamente por seus clientes.

Veja as demais certificações do mercado financeiro que podem ser o diferencial para sua carreira.

Como tirar o certificado CFP

Requisitos

Para obter a certificação CFP é preciso atender aos requisitos globais da FPSB, que são chamados de “4 E’s”.

  1. Exame: aprovação na prova aplicada pela Planejar;
  2. Educação: conclusão de ensino superior, com curso reconhecimento pelo MEC;
  3. Experiência Profissional: comprovação de exercício profissional da atividade de planejador financeiro de no mínimo 3 anos para pessoas físicas (ou 1 ano de experiência supervisionada);
  4. Ética: assinatura do Código de Ética e Responsabilidade Profissional da Associação dos Planejadores Financeiros (Planejar).

As principais áreas admitidas como experiência profissional para obtenção do Certified Financial Planner são: planejamento financeiro, planejamento da aposentadoria, planejamento fiscal, planejamento sucessório, gestão de investimentos, e gestão de riscos e seguros.

Emissão do certificado

Mesmo com a assinatura do Código de Ética e Responsabilidade Profissional da Anbima e aprovação na prova, a certificação CFP é somente emitida com a comprovação de curso superior completo do candidato e experiência profissional.

Como se preparar para a certificação CFP

Certamente uma das etapas mais importantes para conquistar a CFP é a prova. Para um excelente desempenho e aprovação, o planejador financeiro precisa de bastante estudo e materiais específicos. Para isso, cursos preparatórios se tornam fundamentais.

Melhor curso de CFP

Dentre as diversas opções hoje disponíveis, ganha destaque o Preparatório Certificação CFP, desenvolvido pela EXAME Academy em parceria com o Mundo Financeiro, duas das mais prestigiadas plataformas de educação voltadas ao mercado financeiro no Brasil.

A parceria visa disponibilizar o melhor e mais completo conteúdo para que os candidatos tenham o conhecimento necessário para gabaritar a prova de CFP. São seis módulos ao total, divididos entre os temas centrais do exame e atuais, atualizados e com materiais programáticos conforme as exigências da Planejar.

Além de 300 vídeoaulas feitas por professores renomados na área, o curso de CFP fornece 900 questões entre exercícios e simulados, plantões de dúvidas, cronograma de estudos, aulas-bônus com especialistas do BTG Pactual e grupo de estudos.

Um diferencial do curso de certificação CFP da EXAME com o Mundo Financeiro é o seguro-reprovação. Ou seja, caso o aluno não passe na prova, o acesso ao curso e todos os recursos inclusos será reativado.

Prova de CFP: tudo o que você tem de saber

A prova de CFP (Certified Financial Planner) é composta de 140 questões de múltipla escolha, com quatro opções de resposta e somente uma certa. A duração é de 7 horas e 5 minutos.

Formatos da prova CFP

O exame para certificação CFP possui dois formatos disponíveis aos candidatos: completo, com realização em apenas um dia; ou modular, que devem ser concluídos em até 24 meses (dois anos).

Conteúdos e divisão de questões

Conforme normas da Planejar, a prova de CFP é dividida em seis módulos, com quantidade distinta de questões para cada um.

MóduloNº de questões correspondente ao módulo
1.  Planejamento Financeiro53
2. Gestão de Ativos e Investimentos27
3. Planejamento de Aposentadoria18
4. Gestão de Riscos e Seguros15
5. Planejamento Fiscal14
6. Planejamento Sucessório13

Nota mínima para aprovação

O aproveitamento mínimo varia conforme o formato da prova de certificação CFP escolhido: exame completo ou exame modular.

Caso o candidato opte pelo exame completo (um dia para realização da prova), para ser aprovado terá de acertar pelo menos 70% da prova como um todo (98 questões) e ter ao mínimo 50% de acertos em cada módulo.

Se for optado o formato modular do certificado CFP (realização das provas de cada módulo separadamente), o candidato somente será aprovado se acertar no mínimo 70% das questões de cada módulo.

Quando e onde será a prova de CFP

O exame para certificação CFP (Certified Financial Planner) acontece três vezes ao ano. A 37ª edição ocorre em 18 de abril de 2021, com inscrições a partir de janeiro de 2021.

As provas geralmente são aplicadas aos domingos: das 9h às 13h para os módulos 1 e 2; e das 14h30 às 17h30 aos demais módulos. As cidades que recebem o exame são: Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP).

Recomenda-se ler o edital na página da Planejar para informações sobre datas, horários e locais de prova, que podem sofrer alterações.

Quanto custa o exame de CFP

Hoje o preço da certificação CFP é de R$ 1.300 para a prova completa (em um dia) ou de R$ 350 por módulo.

Manutenção do certificado CFP

A certificação CFP exige manutenção do certificado a cada dois anos, que é feito pela comprovação de 30 créditos em educação continuada. As atividades aceitas como créditos são definidas pela Planejar.

Além da manutenção, é cobrada uma anuidade de R$ 875 do selo internacional de Certified Financial Planner, que pode ser dividido em até 5x no cartão.

Como é a carreira de planejador financeiro?

Chamados também de Financial Planners ou Financial Advisors, planejadores financeiros são profissionais responsáveis por aconselhar clientes para que possam gerir melhor suas finanças e investimentos, de forma a atingir seus objetivos (como comprar uma casa, fazer um intercâmbio, abrir uma empresa, entre outros).

O planejador financeiro pessoal deve garantir o equilíbrio e manutenção das finanças conforme a realidade do indivíduo ou família que atende.

Por sua vez, o planejador financeiro empresarial tem como objetivo garantir que a companhia tenha uma estratégia eficaz quanto às metas financeiras de curto, médio e longo prazo. Isso envolve, por exemplo, fluxo de caixa, gestão de dívidas e projeções.

Ao lidarem com o patrimônio de pessoas e organizações, algo de extrema importância, é cada vez mais exigido dos planejadores financeiros que sejam altamente qualificados; e uma das melhores maneiras de garantir essa qualificação é pela certificação CFP.

Imagem da Editoria Exame Invest
Maria Rachel


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame