Brechó online foca em sustentabilidade e gera milhões de economia aos clientes | Exame Invest
Exame Invest
ESG

Brechó online foca em sustentabilidade e gera milhões de economia aos clientes

PUBLICADO EM: 13.2.21 | 9H00
ATUALIZAÇÃO: 12.2.21 | 15H17
Startup Repassa cresceu 130% em 2020 e divulgou balanço que aponta economia no uso de água, na emissão de CO2 e no bolso do consumidor

Imagem da Editoria Exame Invest
Marina Filippe

Jornalista



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 3MIN

A startup de moda circular e brechó on-line Repassa fez um balanço para calcular o impacto ambiental e social da empresa em 2020. No total, a companhia conseguiu evitar que 97,2 toneladas de roupas fossem descartadas em aterros sanitários. O valor equivale a mais de 8 mil malas cheias de peças.

Em 2020, o Repassa vendeu mais de 250 mil peças e registrou crescimento de 130% no ano, comparado a 2019, conseguindo uma média mensal de 10% de crescimento composto mês a mês. No total, foram R$ 7 milhões repassados aos clientes e uma economia de R$ 17 milhões para quem comprou, comparado com o preço original das peças.

Com isso, o Repassa economizou mais de 525 milhões de litros de água, o dobro do ano passado. O número equivale a quase 500 mil pessoas bebendo água por um ano. A empresa também evitou que 680 toneladas de CO2 fossem emitidas, valor equivalente à absorção de 97 mil árvores por um ano.


Recomendado para você

Já em impacto social, com o Repassa Solidário e as vendas das peças da Sacola do Bem, embalagem desenvolvida pela startup para envio das roupas gentilmente usadas, foi possível doar o montante de R$ 611 mil, o triplo que foi doado em 2019. Além disso, 117 mil peças não aprovadas pelo controle de qualidade da empresa foram entregues para projetos sociais parceiros.

Negócios

O mercado de roupas de segunda mão cresce 25 vezes mais rápido do que o varejo de moda e, até 2029, esse mercado deve se tornar o dobro do mercado de fast fashion. Esse crescimento se deve a forças que se retroalimentam.  Segundo Tadeu Almeida, CEO do Repassa a pandemia também foi um momento de impacto nas reflexões sobre os modelos de consumo vigentes.

"Nesse contexto, conseguimos aumentar as vendas, o faturamento e a base de vendedores (pessoas que querem monetizar roupas usadas e enviam suas peças para serem vendidas pelo Repassa). Em 2020, recebemos cerca de 250 mil pedidos, um crescimento de 130% comparado ao ano anterior, e a expectativa para este ano é mais do que quadruplicar esse volume", afirma. Ao todo são mais de 500 mil pessoas cadastradas no site.

Para continuar crescendo, a empresa reestrutura sua plataforma digital do e-commerce para melhorar a experiência de navegação e compra do nosso site. "Com isso, esperamos um aumento de, aproximadamente, 35% em nossa taxa de conversão", diz.

Além disso, continuará a expansão da plataforma “Parceiros do Bem”, que tem como objetivo posicionar grandes marcas em uma experiência de economia circular, com o propósito de agregar valor ao negócio dessas empresas com posicionamento de marca, geração de receita e de recorrência, através de ações de impacto positivo (social e ambiental). "Em 2020, fechamos parcerias com marcas como Renner, C&A e Malwee. Para esse ano, estimamos cerca de 20 novos projetos com marcas incríveis, além de escalar as parcerias já existentes", diz Almeida.

De 0 a 10 quanto você recomendaria Exame para um amigo ou parente?

Clicando em um dos números acima e finalizando sua avaliação você nos ajudará a melhorar ainda mais.

 


Leia também

Imagem da Editoria Exame Invest
Marina Filippe

Jornalista


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame