Exame Invest
ESG

Com linha de produtos à base de plantas, Dove quer inaugurar nova fase ESG

PUBLICADO EM: 23.11.21 | 17H35
ATUALIZAÇÃO: 25.11.21 | 15H20
Itens fazem parte do esforço da marca em atender a uma demanda crescente por produtos de beleza naturais

Dove: nova linha de produtos à base de plantas

Imagem da Editoria Exame Invest
Maria Clara Dias

Repórter da Exame



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

A Dove quer estender a sua jornada ESG (sigla para ambiental, social e governança) oferecendo produtos que prezam pela responsabilidade ambiental. Para isso, a marca lançou uma nova linha de itens para cabelos à base de plantas, chamada de Dove Poder da Plantas. Com o lançamento, a marca entra de vez para o segmento de beleza limpa (clean beauty, em inglês), que descreve a utilização de itens sustentáveis.

Conheça o mais completo curso de formação executiva sobre ESG no Brasil

Segundo a empresa, a nova linha surge para atender a uma demanda crescente de consumidores por produtos formulados a partir de ingredientes 100% naturais. No caso da Dove, os shampoos, condicionadores e máscaras para cabelos têm no mínimo 95% dos componentes vindo de plantas, e sem interferência de parabenos, silicones, sulfatos, corantes e fragrâncias.

A busca sustentável, porém, começa antes mesmo dos processos de fabricação. A marca utiliza produtos naturais para as fragrâncias dos produtos da linha, fornecidas por parceiros que possuem programas que financiam iniciativas para melhorar a vida de agricultores e das comunidade do entorno.

Na ponta final, a Dove também desenvolveu embalagens 100% recicláveis, e produzidas a partir de materiais reciclados. “Sabemos que, mais do que tendência, a preocupação ambiental agora é também um hábito, e queremos ajudar nossos consumidores a sentirem que estão tomando decisões conscientes de compra”, diz Fernanda Gama, gerente da Dove no Brasil.

Nessa jornada, porém, a Dove enfrenta dois grandes desafios. O primeiro deles está relacionado à educação da população sobre o uso de produtos feitos a partir de itens desconhecidos por grande parte da massa.

A solução encontrada foi realizar uma grande ação com influenciadores digitais justamente para dar destaque à questão da composição e também às embalagens sustentáveis. “Nossa ação está baseada em ser bem didática com essas influenciadoras, mostrando o impacto das embalagens com explicações bem simples”, diz. “Por sermos uma grande marca, faz parte da nossa missão não apenas oferecer, mas também explicar o benefício desses detalhes”.

O segundo desafio tem a ver com o plástico. Avançar nessa frente exigiu da Dove um comprometimento de longo prazo baseado na transição do plástico virgem para 100% reciclado nas garrafas na América do Norte e Europa, por exemplo. Como marca pertencente à Unilever, a Dove também está inserida no compromisso global da multinacional em tornar todas as suas embalagens de plástico reutilizáveis, recicláveis ou compostáveis até 2025.

Como resultado, a Dove espera fazer da nova linha um grande projeto piloto para uso de novos ingredientes e mapeamento do comportamento do consumidor.

No Brasil, produtos de origem natural já representam 20% do mercado de beleza. Quando o assunto são os produtos capilares, a ordem é de 30%. “Essa é uma oportunidade de reconhecer o potencial dos produtos sustentáveis na nova era “clean beauty” e de aprofundarmos o interesse das consumidoras do Brasil”, diz.

Fique por dentro de todas as notícias sobre ESG. Inscreva-se aqui

Imagem da Editoria Exame Invest
Maria Clara Dias

Repórter da Exame


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame