Exame Invest
ESG

Resultados de Iberdrola e NextEra na mira do setor de energia limpa

PUBLICADO EM: 21.10.20 | 6H00
ATUALIZAÇÃO: 21.10.20 | 6H47
As duas companhias, que estão entre as maiores investidoras em energias renováveis, divulgam seus balanços hoje, em um momento positivo para o setor
energia-solar-eólica

O setor de renováveis é o único a apresentar crescimento no mercado de energia este ano

Imagem da Editoria Exame Invest
Rodrigo Caetano

Repórter ESG| rodrigo.sabo@exame.com



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

Duas das maiores investidoras em energia renovável do mundo divulgam seus resultados nesta quarta-feira, 21. A espanhola Iberdrola, que tem comprado um projeto atrás do outro no Brasil, fará sua conferência com investidores logo pela manhã. No primeiro semestre, a empresa apresentou lucro de 1,84 bilhão, alta de 12% em comparação ao mesmo período do ano passado. 

As melhores oportunidades podem estar nas empresas que fazem a diferença no mundo. Veja como com a EXAME Research

Os investimentos da companhia espanhola também aceleraram no período, chegando a quase 4 bilhões de euros. A meta é investir 10 bilhões de euros até o final do ano. No Brasil, a Iberdrola controla a Neoenergia que, recentemente, comprou uma série de projetos eólicos na Bahia, totalizando 7 aquisições no país este ano.  

Já a americana NextEra divulga seus resultados antes da abertura dos mercados. Há cerca de um mês, a companhia teria feito uma oferta de 60 bilhões de reais pela Duke Energy, outra grande companhia do setor elétrico nos Estados Unidos, que teria rejeitado a oferta.  Uma semana depois, o grupo focado em energia limpa ultrapassou o valor de mercado da petroleira ExxonMobil em 1 bilhão de dólares, ao ser avaliada em 138 bilhões. 

O setor de renováveis é o único a apresentar crescimento no mercado de energia este ano. A geração limpa está se tornando uma das mais competitivas do mundo. De acordo com a Bloomberg, as fontes eólica e solar já são a forma mais barata de eletricidade nova na maior parte do mundo.

As renováveis devem ultrapassar o carvão como fonte mais usada no mundo, segundo a Agência Internacional de Energia (AIE). Este ano, o Brasil entrou para o grupo dos 20 países com maior capacidade instalada de energia solar no mundo, após um forte crescimento do segmento, puxado por instalações de menor porte, como sistemas em telhados de residências e edifícios comerciais.

    Quer saber como a inovação pode ajudar o seu negócio? Faça o curso Inovação na prática

    Imagem da Editoria Exame Invest
    Rodrigo Caetano

    Repórter ESG| rodrigo.sabo@exame.com


    Compartilhe nas redes sociais
    Mosaico do rodapé com as cores da Exame