Exame Invest
Decidindo os primeiros passos
SALVE O SEU PROGRESSO

Banco ou corretora: onde investir?

Com o conhecimento das informações fundamentais sobre investimentos, como descobrir o seu perfil de investidor, quem entrar no mercado está pronto para buscar uma instituição financeira que vai fazer a intermediação dos produtos disponíveis no mercado. Duas das alternativas mais comuns são bancos e corretoras.

Mas opções não faltam, especialmente de alguns anos para cá: o avanço da tecnologia e a consequente redução de custos ampliou o número de instituições no mercado: além de bancos tradicionais e corretoras, existem bancos digitais e fintechs, muitas das quais com plataformas abertas, como se fossem supermercados de investimentos.

Com tantas opções, como escolher em qual começar a investir? Vamos explicar a seguir pontos que devem ser observados pelo investidor antes que ele tome a sua decisão entre um banco ou uma corretora (ou outra opção):

  • Taxas e tarifas: O aumento da concorrência tem levado bancos e corretoras a reduzir ou até eliminar taxas como a de corretagem. É importante pesquisar se a instituição cobra taxas ou oferece isenção. No caso de fundos de investimento, existem as taxas de administração e de performance. Procure as menores taxas.
  • Diversidade de produtos: Faz algum tempo, bancos costumavam oferecer apenas produtos da casa aos seus clientes, limitando as alternativas. Isso tem mudado e, cada vez mais, a oferta cresce. Ainda assim, bancos digitais e corretoras com plataformas abertas -- que são uma espécie de supermercados de fundos e outros produtos financeiros -- costumam ser imbatíveis quando o critério é tamanho da oferta.
  • Reputação e segurança: Investir com segurança deixou de ser privilégio de bancos tradicionais, mas, apesar disso, é importante que o investidor pesquise e busque informações sobre o banco, a corretora ou a fintech na qual planeja colocar os seus recursos. Busque informações com amigos e pessoas de sua confiança.
  • Serviços adicionais: Com a chegada do Pix, o sistema gratuito de transferências e pagamentos instantâneos desenvolvido pelo Banco Central, ficou mais prático e rápido transferir dinheiro de uma instituição para outra -- isso pode ser realizado 24 horas por dia, sete dias por semana. Ainda assim, há quem prefira a praticidade de manter os investimentos na mesma instituição em que mantém a conta do dia a dia.

Resumindo: a escolha de investir por meio de um banco ou de uma corretora vai depender das necessidades de cada pessoa. Importante é ficar atento aos custos envolvidos e à segurança. 

Chamada para acessar a Exame Academy
Mosaico do rodapé com as cores da Exame