Exame Invest
Taxas, tributos e prazos
SALVE O SEU PROGRESSO

Como funciona o prazo de resgate de fundos de investimento?

O prazo de resgate em fundos de investimento é o tempo que leva entre o pedido de resgate feito pelo investidor que tem recursos aplicados e o depósito do dinheiro na sua conta. Esse prazo está ligado à liquidez do fundo.

O resgate nos fundos de investimento depende do prazo de cotização e do prazo de liquidação. 

O prazo de cotização é o tempo que o administrador do fundo precisa para calcular o valor das cotas para efeito de resgate. E o de liquidação é quanto tempo levará até que esse valor seja transferido para o investidor. 

Dessa forma, o prazo de resgate no fundo é a soma do prazo de cotização com o prazo de liquidação. 

O que é D+0, D+1, D+2, D+30?

Os fundos de investimento precisam deixar explícita a informação sobre prazo de resgate, para isso, usam o símbolo D+. O D+ indica que, a partir desta data, serão contados os dias úteis ou corridos. 

Isso significa que se um fundo tiver prazo de resgate D+0, o investidor receberá seu resgate no dia em que fez o pedido. Nesses casos, pode-se dizer que o fundo tem liquidez diária. Se o fundo tiver como regra o D+1, o investidor receberá o dinheiro no dia seguinte ao do pedido de resgate, e assim sucessivamente.

Chamada para acessar a Exame Academy
Mosaico do rodapé com as cores da Exame