Exame Invest
Quais as alternativas?
SALVE O SEU PROGRESSO

O que é crédito privado? Como funciona?

O crédito privado é um título de dívida emitido por empresas privadas para captar recursos para financiar projetos, a expansão de suas operações ou para levantar recursos para setores importantes da economia, como o agronegócio e o mercado imobiliário

Assim como o governo federal emite títulos do Tesouro Direto para se financiar e os bancos vendem CDBs para se capitalizar, empresas privadas podem fazer o mesmo. Este é o chamado crédito privado.

O crédito privado é um título de dívida gerado por instituições privadas para captar recursos para financiar um novo projeto, a expansão de suas operações ou mesmo financiar setores importantes da economia, como o agronegócio e o mercado imobiliário

Quem investe em crédito privado está, portanto, emprestando dinheiro para a empresa emissora e, em troca, receberá depois de um determinado prazo o valor aplicado somado a uma remuneração definida. 

Quais são os ativos de crédito privado?

Conheça alguns ativos de crédito privado: 

Debêntures

As debêntures são títulos de dívidas emitidos por companhias que precisam captar recursos para financiar suas atividades. 

CRI e CRA

Os Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) e o Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA) são títulos de crédito privado emitidos por securitizadoras para financiar, respectivamente, o mercado imobiliário e o agronegócio. 

Fundos de crédito privado

É possível investir em crédito privado por meio fundos de investimento que aplicam boa parte de seu patrimônio nessa modalidade de ativo. São os chamados Fundos de Investimento em Direitos Creditórios, ou FIDCs. 

Vantagens e desvantagens do crédito privado

Como os títulos de crédito privado não são emitidos por bancos, esses investimentos não contam com a garantia do FGC. Mas, embora não exista essa garantia, é possível a que a companhia emissora ofereça garantias reais, como imóveis próprios ou de terceiros. 

Como o risco de crédito é maior que um título de dívida pública, por exemplo, os rendimentos oferecidos pelos emissores também tendem a ser mais altos.  

Uma vantagem extra de investimentos do crédito privado é que alguns deles, como CRI, CRA e debêntures incentivadas, são isentos de cobrança de Imposto de Renda.

Chamada para acessar a Exame Academy
Mosaico do rodapé com as cores da Exame