Exame Invest
Mercados

Abertura de Mercado: B2W está barata e se fortalece com Lojas Americanas

PUBLICADO EM: 14.6.21 | 10H01
Analista de ações, Bruno Lima vê papéis da empresa descontados em relação a outros do setor de varejo
Lojas Americanas

Lojas Americanas | Foto: Lia Lubambo/Reuters (SEM AGENCIA OU FONTE)

Imagem da Editoria Exame Invest
Da Redação

Repórter da Exame



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 1MIN

B2W (BTOW3) e Lojas Americanas (LAME4) estão mais próximas de se fundirem, após a operação ter sido aprovada na última semana por acionistas de ambas as empresas. Com a fusão, os ativos das Lojas Americanas serão incorporados pela B2W, que passará a se chamar americanas s.a., com seu ticker sendo alterado para AMER3.

Bruno Lima, analista do BTG Pactual Digital, vê grandes oportunidades de sinergia entre as operações físicas das Americanas se juntando às digitais, que já vinha sendo controlada pela B2W. "A expectativa para o restante do ano é de que a empresa comece a falar mais sobre sinergia e como irá funcionar a parte operacional", disse na Abertura de Mercado desta segunda-feira, 14.

Para o analista, as ações da B2W estão baratas em relação aos papéis de empresas ligadas ao varejo físico e digital. "Mantemos uma visão bastante positiva com a tese." Além da B2W, Lima vê boas oportunidades em outras ações do setor, como as da Magazine Luiza (MGLU3), Arezzo (AREZZ3) e Lojas Renner (LREN3)..

Imagem da Editoria Exame Invest
Da Redação

Repórter da Exame


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame