Auxílio emergencial: confira as principais dúvidas sobre a segunda rodada | Exame Invest
Exame Invest
Invest

Auxílio emergencial: confira as principais dúvidas sobre a segunda rodada

PUBLICADO EM: 13.4.21 | 8H00
ATUALIZAÇÃO: 12.4.21 | 19H18
A segunda rodada do benefício tem novas regras: o valor é diferente, a lista de quem pode receber foi enxugada e não é possível ter novos beneficiários
Aplicativo auxílio emergencial do Governo Federal.

Auxílio emergencial: a segunda rodada do auxílio emergencial tem novas regras e muitas mudanças em relação à primeira (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Imagem da Editoria Exame Invest
Da Redação

Repórter da Exame



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 1MIN

Corona voucher foi o apelido recebido pelo auxílio emergencial, um benefício que começou a ser pago pelo governo no meio do ano passado. O objetivo era ajudar trabalhadores informais e autônomos que precisaram parar as suas atividades comerciais por causa da crise do coronavírus. Com a pandemia no momento mais crítico, ultrapassando os 4 mil mortos por dia, o auxílio precisou ser postergado.

Começou, na última semana, a segunda rodada do benefício, um ano depois do pagamento da primeira parcela. A medida é um suporte aos mais vulneráveis financeiramente à crise do coronavírus, e teve o valor reduzido. O auxílio que era de R$ 600 em 2020, agora é pago em três valores, com máximo de R$ 375.

A segunda rodada do auxílio emergencial tem novas regras e muitas mudanças em relação à primeira. O valor é diferente, a lista de quem pode receber o benefício foi enxugada e não é possível ter novos beneficiários. No episódio #022 do Exame Agora, confira as respostas para as principais dúvidas sobre o auxílio emergencial.


Recomendado para você


Leia também

Imagem da Editoria Exame Invest
Da Redação

Repórter da Exame


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame