Exame Invest
Minhas Finanças

Black Friday: 5 dicas para controlar o impulso ao fazer compras online

PUBLICADO EM: 10.11.21 | 12H20
ATUALIZAÇÃO: 10.11.21 | 12H49
Promoções e descontos podem deixar você no vermelho no final do mês. Veja dicas

Não se deixe influenciar por estratégias de marketing usadas para impulsionar a compra

Imagem da Editoria Exame Invest
Marília Almeida

Repórter de Invest marilia.almeida@exame.com



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

Perto da chegada das férias e, claro, da primeira parcela do 13º salário, a Black Friday, dia de promoções oferecidas pelo varejo no dia 26, é um incentivo para se descontrolar em compras online.

O impulso pelas compras envolve questões emocionais, usadas até como desculpa para o consumo. Por isso, antes de comprar é necessário refletir sobre prioridades, comenta Thaíne Clemente, executiva de operações da Simplic, fintech de crédito pessoal.

A executiva elenca cinco dicas que ajudam a controlar o impulso ao fazer compras pela internet.

Avalie a necessidade da compra

Não é porque algo está em promoção ou com valor abaixo do mercado que vale a pena comprar. O consumidor precisa verificar se realmente necessita do item e priorizar o pagamento de contas fixas e obrigatórias.

Se não tiver dinheiro, aguarde

Muitas promoções e descontos acabam se mantendo ou voltando depois de um tempo. Por isso, não é necessário comprar como se não houvesse amanhã.

Não acredite em tudo

A maioria dos produtos vem com frases como “é a última do estoque”, “você pode parcelar em quantas vezes quiser”, “a promoção acaba hoje”. Mas são estratégias de marketing usadas para impulsionar a compra. Não se deixe influenciar.

Cuidado com o cartão de crédito

O cartão de crédito pode ser um aliado no dia a dia por conta das facilidades que proporciona, mas, dependendo do tipo de uso, pode se tornar um inimigo.

A recomendação é usar o cartão de crédito apenas para contas fixas mensais e já planejadas, evitando número alto de parcelas, e colocar um limite adequado à sua renda mensal. .

Pare de seguir lojas nas redes sociais

Se você não está em um momento de estabilidade financeira, evite seguir lojas e vendedores no Instagram. Esse tipo de vitrine online facilita a compra.

Aprenda como investir seu dinheiro para realizar o sonho da casa própria! Comece agora

Imagem da Editoria Exame Invest
Marília Almeida

Repórter de Invest marilia.almeida@exame.com


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame