Exame Invest
Mercados

BTG fica sócio de gestora de investimentos alternativos nos EUA

PUBLICADO EM: 30.3.21 | 10H16
ATUALIZAÇÃO: 5.4.21 | 11H06
Investimento na Kawa Capital faz parte da estratégia de expansão do banco, que tem realizado uma série de aquisições
Sede do BTG, na Av Faria LIma/ São Paulo Foto: Germano Lüders 10/08/2020

Sede do BTG Pactual em São Paulo antes da pandemia: investimento faz parte de uma ampla estratégia de expansão e diversificação do banco

Imagem da Editoria Exame Invest
Da Redação

Repórter da Exame



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 1MIN

O banco BTG Pactual (do mesmo grupo controlador da EXAME) comprou participação minoritária na Kawa Capital Management, gestora americana especializada em investimentos alternativos. 

Quer mudar de carreira e não sabe por onde começar? Conheça as Jornadas de Finanças e Negócios

A parceria, anunciada nesta segunda-feira, 30, é realizada em um momento em que taxas de juros baixas ao redor do mundo influenciam investidores a buscarem cada vez mais opções de diversificação de portfólio. 

Fundada por brasileiros em 2007, a Kawa conta com 10 bilhões de reais sob gestão. 

Para o BTG Pactual, o investimento faz parte de uma ampla estratégia de expansão e diversificação. Entre os movimentos mais recentes do banco estão a aquisição da fintech de consolidação de investimentos Kinvo em fevereiro deste ano e a compra da corretora independente Necton em outubro de 2020.

“A transação [com a Kawa] complementa a nossa oferta de produtos de alta qualidade buscada por nossos clientes”, diz Roberto Sallouti, CEO do BTG Pactual, em nota.

Segundo o sócio-diretor e chefe de investimentos da Kawa, Daniel Ades, o investimento deve acelerar o crescimento da gestora americana e oferecer mais oportunidades a investidores brasileiros interessados em ter exposição a ativos no exterior. 

“O objetivo da parceria é viabilizar investimentos de alta qualidade no exterior à base crescente de clientes do BTG”, afirma em nota o executivo.

Os principais produtos da gestora são dos segmentos multimercado, crédito privado e real estate e investimentos com atuação em estratégias de nicho.

Imagem da Editoria Exame Invest
Da Redação

Repórter da Exame


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame