BTG+ transforma gastos do cartão de crédito em investimentos | Exame Invest
BTG Insights

BTG+ transforma gastos do cartão de crédito em investimentos

PUBLICADO EM: 5.2.21 | 17H30
ATUALIZAÇÃO: 17.2.21 | 17H08
Banco oferece aos correntistas o benefício Invest+, em que parte dos valores gastos no cartão de crédito é depositada em um fundo do BTG com rendimento diário

No programa de fidelidade do BTG+, os pontos acumulados não expiram, eles rendem

Vanessa Daraya

Repórter da Exame



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 3MIN

Aberto a todos os brasileiros desde 18 de janeiro, o BTG+ chegou ao mercado com alguns benefícios que oferecem uma experiência financeira personalizada aos clientes. Uma das vantagens apresentadas pelo banco aos correntistas é o Invest+, que transforma os gastos do cartão de crédito em investimentos.

Conforme o cliente faz compras, o banco deposita um percentual do valor gasto em um fundo simples de renda fixa do BTG, pautado principalmente em títulos do Tesouro Direto. A meta de rentabilidade de 100% do CDI e o investimento é taxa zero.

Inove seu jeito de organizar as finanças! Abra sua conta e descubra os benefícios do BTG+

Os cartões de crédito do BTG+

A proposta do BTG+ é dar ao cliente a possibilidade de escolher qual cartão e quais benefícios atrelados a ele mais combinam com seu momento de vida. Por isso, existem três opções disponíveis. Ao escolher o BTG+ opção 1, por exemplo, é possível aproveitar os benefícios de forma gratuita.

A mensalidade da opção 2 é de 15 reais, com isenção de 100% da mensalidade para clientes com gastos no cartão de crédito a partir de 6.000 reais por mês ou investimentos a partir de 100.000 reais. Mas quem acumula 3.000 em gastos no cartão por mês ou tem investimentos acima de 50.000 consegue isenção de 50% da mensalidade.

Já o cartão BTG+ Black tem uma mensalidade de 90 reais. É possível conseguir isenção de 50% da mensalidade ao acumular 6000 reais em gastos no cartão por mês ou investir a partir de 150.000 reais.

Como funciona a conversão de pontos?

A cada real gasto no cartão BTG+ Black, por exemplo, é convertido em 1 ponto. É preciso acumular 100 pontos para ter a conversão aplicada no fundo do Invest+. Assim, 100 reais geram 100 pontos e, assim, 1% desses pontos serão convertidos em valores, totalizando um real que será aplicado no fundo do BTG.

Em uma simulação do próprio BTG+, considerando 10.000 reais gastos na fatura de um cliente com o cartão BTG+ Black, o total acumulado pode ser de 602,37 em seis meses. Em 12 meses, ele chega a 1.211,68 reais. Em 24 meses, o valor é de 2.465,67 reais.

Já se o correntista tiver o cartão BTG+ opção 2, cada real garante 0,75 ponto. Assim, 134 reais geram 100,5 pontos e totalizam o real aplicado no fundo. Nesse caso, o total acumulado pode ser de 301,20 reais em seis meses, 606,70 em 12 meses ou 1.237 em dois anos.


Recomendado para você

Caso o cartão seja o BTG+ opção 1, é possível ganhar 0,50 ponto a cada real. Portanto, 200 reais geram 100 pontos e totalizam o real aplicado no fundo. Nesse caso, a simulação calcula um retorno de 451,78 reais em seis meses, 908,76 em um ano e 1.849,25 em 24 meses.

Independentemente do cartão, todos os gastos são levados em conta, seja no cartão físico, seja no virtual. Outra vantagem é que não há prazo de validade. Isso garante que o dinheiro estará sempre rendendo.

O dinheiro cai automaticamente no fundo no quarto dia útil após o vencimento da fatura do cartão de crédito e a identificação do pagamento. A aplicação pode ser visualizada no aplicativo no BTG+, na seção Invest+, diretamente no BTG Pactual digital e BTG Pactual Wealth Management.

Custos do Invest+

Quem tem o cartão BTG+ Black já conta com o Invest+ incluído na mensalidade. Já para cartões com opção 1 ou 2, o valor pode variar conforme os gastos em compras no cartão de crédito. Por exemplo, se a fatura for de até 2.999,99 reais, a mensalidade é de 30 reais. Caso os gastos fiquem entre 3.000 e 5.999,99 reais, é preciso pagar 15 reais por mês. Acima de 6.000 reais por mês, o cliente fica isento da mensalidade.

Ficou interessado? Contrate o Invest+ até 31 de março e ganhe 12 meses de isenção na mensalidade.


Leia também

Vanessa Daraya

Repórter da Exame


Compartilhe nas redes sociais