Exame Invest
ESG

De olho no consumidor moderno, Carrefour lança linha de produtos orgânicos

PUBLICADO EM: 22.6.21 | 13H15
ATUALIZAÇÃO: 22.6.21 | 14H23
Linha Carrefour Bio tem mais de 100 produtos saudáveis e sustentáveis e com preços até 30% menores do que outras marcas orgânicas, segundo a empresa

Linha Carrefour Bio, de produtos orgânicos: aposta da rede é em baratear produtos naturais para o consumidor

Imagem da Editoria Exame Invest
Maria Clara Dias

Repórter da Exame



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

A rede de supermercados Carrefour anuncia o lançamento de uma linha própria de produtos orgânicos, a Carrefour Bio, como um esforço para adequar sua atuação para um novo mercado em crescimento e ainda mais intensificado com a pandemia: o da alimentação saudável.

  • A Exame Academy lançou um curso sobre ESG -- práticas ambientais, sociais e de governança. Conheça agora.

O lançamento vem na esteira de adaptações feitas para satisfazer um público consumidor cada vez mais exigente e preocupado com o que consome, e tem a missão de democratizar o acesso a produtos naturais, tradicionalmente mais caros, por um preço abaixo da média do mercado.

“Desde 2018, queremos fazer o consumidor comer bem, democratizar os preços e deixar os produtos sustentáveis cada vez mais acessíveis. Faz parte do nosso posicionamento de marca e missão como empresa”, diz Allan Gate, diretor de marcas próprias do Carrefour. Segundo Gate, os preços praticados na linha Carrefour Bio são até 30% mais baratos quando comparados a outras marcas orgânicas.

Apesar de ter assumido publicamente o compromisso de facilitar o acesso da população a uma alimentação mais saudável em 2018, a ideia para o lançamento do Carrefour Bio surgiu um ano depois. A linha, explica Gate, já existia na França e na Espanha e a chegada ao Brasil representa também o início das vendas na América Latina.

São cerca de 100 opções de produtos saudáveis e sustentáveis que vão desde azeite, óleo de coco e açúcar a mel e diferentes tipos de chás. A linha também favorece itens de pequenos e médios fornecedores, produzidos com responsabilidade socioambiental.

Para reduzir o preço na ponta, o Carrefour atualizou os contratos de parceria com os pequenos e médios fornecedores, zerando os valores de logísticas e contratos, além de diminuir o número de fornecedores associados. "Simplificamos a vida desses pequenos fornecedores, para que eles não tenham mais receio em entrar em uma grande rede como a do Carrefour”, diz.

Antes do Carrefour Bio, as marcas próprias representavam apenas 4% das vendas de produtos orgânicos da rede. Nos últimos meses, esse percentual cresceu para 20%. Na lista de marcas próprias está a ‘Viver’, também de itens saudáveis, que foi agora adaptada para não ter mais orgânicos, apenas itens ‘saudáveis’ - com menor teor de gorduras saturadas, sódio, entre outros componentes.

As projeções para alimentação saudável são positivas e as metas do Carrefour sobre o tema são ambiciosas. Até 2022, a rede quer que os orgânicos sejam responsáveis por 50% de todos os produtos próprios vendido nas lojas.

Fique por dentro das principais tendências das empresas ESG. Assine a EXAME. 

De 1 a 5, qual sua experiência de leitura na exame?
Sendo 1 a nota mais baixa e 5 a nota mais alta.

Seu feedback é muito importante para construir uma EXAME cada vez melhor.

Imagem da Editoria Exame Invest
Maria Clara Dias

Repórter da Exame


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame