Exame Invest
Onde Investir

Com R$ 500 mi sob gestão, Onix Capital deixa a plataforma da XP

PUBLICADO EM: 26.5.21 | 20H51
ATUALIZAÇÃO: 26.5.21 | 20H54
Escritório com sede em Salvador anunciou o fim da parceria com a corretora. Os planos incluem a abertura de uma unidade em Brasília e a contratação de 50 novos assessores de investimentos
Os sócios da Onix Capital

Os sócios da Onix Capital (da esquerda para a direita: Marcus Vinicius, Gustavo Nascimento, Vinicius Assis, Caio Lagrota e Eduardo Rodrigues | Foto: Divulgação

Foto de Bianca Alvarenga da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Bianca Alvarenga

Repórter especializada em finanças pessoais e investimentos, passou pelas redações de Veja, Folha de S. Paulo e 6 Minutos.



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

A Onix Capital, escritório de investimentos com sede em Salvador, anunciou nesta quarta-feira, 26, que encerrará a parceria com a XP Investimentos. O fim da vinculação com a corretora acontecerá em 60 dias, prazo estabelecido para aviso prévio.

Com mais de 2.000 de clientes e cerca de 500 milhões de reais sob gestão, a Onix Capital é um dos escritórios de maior relevância na região Nordeste. A decisão de saída da plataforma da XP veio acompanhada de uma forte estratégia de crescimento, que consiste também na abertura de uma unidade em Brasília e na contratação de 50 novos assessores.

A expectativa no mercado é que, após os 60 dias de período de aviso prévio, a Onix faça a migração para a plataforma do banco BTG Pactual (que faz parte do mesmo grupo controlador da EXAME).

Abra sua conta no BTG Pactual e tenha acesso a uma plataforma de investimentos completa

O time de atendimento aos investidores chegará a 70 assessores no total. A expectativa é que o reforço ajude a empresa a multiplicar o volume de recursos sob custódia, partindo dos 500 milhões de reais para 2 bilhões de reais nos próximos meses.

"A decisão foi tomada de forma alinhada aos interesses dos investidores que acessam o mercado com a assistência do time da Onix Capital. Com as mudanças em curso na indústria, surgem também novas demandas por produtos e serviços que representem oportunidades diferenciadas", informou a empresa em comunicado.

Foco no agronegócio

Nascida de uma fusão entre a Salvador Investimentos e a Malta Investimentos, a Onix se consolidou fora do eixo São Paulo-Rio de Janeiro. O escritório de investimentos quer aproveitar o momento de expansão para direcionar esforços para o setor agropecuário.

“Enxergamos novas estratégias e pontos de operações em grandes produções agrícolas e, com nossa experiência, sabemos que estamos indo na direção certa", explica Vinicius Assis, sócio da Onix Capital.

A mudança de estratégia está em linha com a própria movimentação dos ativos de investimento. A criação dos Fundos de Investimento nas Cadeias Produtivas Agroindustriais (Fiagro) e a estreia de empresas como Boa Safra (SOJA3) na bolsa de valores são exemplos do aumento da participação do setor agro no mercado financeiro.

Crescimento do BTG Pactual digital

A parceria da Onix Capital com o BTG Pactual (BPAC11), se confirmada, vai representar mais um passo da estratégia do banco de investimentos de reforçar uma das frentes de expansão de sua corretora para o investidor de varejo, o BTG Pactual digital.

Nos últimos anos, alguns dos maiores escritórios de agentes autônomos do país se associaram ao banco, como a EQI Investimentos em 2020 e a Acqua-Vero Investimentos, no início deste mês.

Esteja sempre informado sobre as notícias que movem o mercado. Assine a EXAME

Foto de Bianca Alvarenga da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Bianca Alvarenga

Repórter especializada em finanças pessoais e investimentos, passou pelas redações de Veja, Folha de S. Paulo e 6 Minutos.


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame