Exame Invest
Invest

Cosan aprova novo plano de recompra de até 10 milhões de ações

PUBLICADO EM: 6.2.21 | 10H21
ATUALIZAÇÃO: 6.2.21 | 11H13
As aquisições serão realizadas na B3, a preço de mercado, em prazo de até 18 meses
Cosan

(REUTERS)

Imagem da Editoria Exame Invest
Reuters



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

A Cosan (CSAN3) informou que seu conselho de administração aprovou, nesta sexta-feira, um novo plano de recompra de ações ordinárias de emissão da companhia.

O plano tem como objetivo aquisições para manutenção em tesouraria, cancelamento ou alienação, com previsão de compra de no máximo 10 milhões de ações, representativas de aproximadamente 3,35% dos papéis em circulação no mercado.

Conheça o maior banco de investimentos da América Latina e invista com os melhores assessores

As aquisições serão realizadas na B3, a preço de mercado, em prazo de até 18 meses, de acordo com fato relevante da empresa nesta sexta-feira.

Os papéis da empresa fecharam o último pregão com queda de 1,49%, em 78,74 reais. No mês, acumulam até o momento uma alta de 4,90%.

No radar

Além disso, no radar, a Cosan divulga seu balanço do quarto trimestre na próxima quinta-feira, 11, após o fechamento do mercado.

O BTG Pactual comentou, em relatório desta semana, que espera por resultados de alta qualidade em todos os segmentos da empresa.

No consolidado, eles esperam que o grupo Cosan registre receita líquida de 18,05 bilhões de reais no quarto trimestre, queda de 7% na comparação anual mas crescimento de 4,1% frente ao trimestre anterior. O lucro líquido, por sua vez, deve atingir 1,00 bilhão de reais, avanço de 26,3% em relação ao mesmo período de 2019 e 189,2% superior ao registrado no terceiro trimestre.

Olhando por segmento, começando com a Raízen Combustíveis, que foi a empresa do grupo mais impactada pela crise da covid, eles acreditam que deva ter um desempenho superior aos seus pares, com margem Ebitda ajustada de 107 reais por metros cúbicos. Na Argentina, eles estimam um bom desempenho de Ebitda de 320 milhões de reais.

No caso da Raízen Energia, os analistas do banco apontam que deve registrar um forte Ebitda de 1,4 bilhão de reais, refletindo a antecipação de vendas de açúcar e fortes preços do etanol. O Ebitda da Comgás deve ficar em 593 milhões de reais, com aumento de volume de 1% na comparação anual, enquanto da empresa de lubrificantes Moove deve atingir 129 milhões de reais, ambos, comentam, ficando no limite superior e acima da previsão original do guidance da empresa.

Imagem da Editoria Exame Invest
Reuters


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame