Exame Invest
ESG

O que fazer no Dia Mundial Sem Carro? Experimente andar, sugere Volvo

PUBLICADO EM: 20.9.21 | 13H21
ATUALIZAÇÃO: 20.9.21 | 13H23
Para celebrar a data, montadora lança calçado sustentável inspirado no seu primeiro carro elétrico vendido no Brasil
tenis volvo

O tênis desenvolvido pela Volvo e pela Casca Footwear utiliza 10% de pneus reciclados e 7 garrafas plásticas em sua composição

Imagem da Editoria Exame Invest
Rodrigo Caetano

Repórter ESG| rodrigo.sabo@exame.com



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

O Dia Mundial Sem Carro, celebrado nesta terça-feira, 22, pode não parecer uma data a ser celebrada por montadoras de automóveis. A Volvo, no entanto, decidiu usar o dia para lançar um novo produto, que tem a ver com mobilidade, mas não possui computador de bordo, ar-condicionado, air bags, motor ou rodas: trata-se de um tênis sustentável.

A empresa desenvolveu, em parceria com a fabricante de calçados Casca Footwear, um tênis sustentável, que utiliza pneus e garrafas plásticas em sua composição – cada par tem 10% de pneus na sola e recicla 7 garrafas. “É uma forma de reconhecer os muitos passos que estamos dando em nossa jornada para a neutralidade climática”, afirma Matt Girgis, diretor da Volvo.

Quer aprender mais sobre ESG? Conheça o novo curso da Exame Academy

O calçado é inspirado no Volvo XC40 Recharge Pure Electric — ou somente XC40 elétrico, para os íntimos — a primeira aposta da marca para o futuro totalmente livre de emissões. “Ele foi projetado para reduzir o impacto ambiental, por isso foi a inspiração perfeita para o calçado”, disse Kevin Reid, cofundador da Casca.

A compra pode ser feita pelo site da Casca.

Migração para o elétrico

A Volvo pretende parar de produzir veículos a combustão ou híbridos até 2040. O Brasil e a Noruega são os únicos dois países onde a Volvo já vende apenas carros com algum tipo de eletrificação, ou híbridos ou totalmente elétricos.

A aposta tem se mostrado acertada. No Brasil, a Volvo fechou maio na vice-liderança do segmento premium, com 17,4% no mês e 17,8% no acumulado do ano. Juntos, os três SUVs da marca – XC40, XC60 e XC90 – estão entre os mais vendidos desse segmento, com 25,4% no mês de maio e chegando a 26,4% no acumulado do ano.

No mundo, a Volvo vendeu em maio um total de 64.111 carros, contra 44.830 unidades no mesmo período do ano passado. O crescimento aconteceu principalmente por uma forte demanda nos Estados Unidos e, na Europa, à recuperação da queda nas vendas em maio do ano passado relacionada à pandemia. Na China, onde as vendas voltaram a crescer nesta época do ano passado, a empresa relatou um aumento constante de 11,7%.

O XC40 elétrico vendeu 450 unidades no Brasil em 20 dias, um desempenho robusto para um carro que custa 389.950 reais.  Com isso, o SUV já promete assumir a liderança do segmento.

Assista ao vídeo com detalhes do novo Volvo XC40 elétrico

Um a cada dez carros vendidos no Brasil até 2030 será elétrico

Um estudo do Boston Consulting Group mostra que, no Brasil, os carros elétricos ou híbridos devem representar menos de 10% das vendas até 2030. As razões para isso envolvem o contexto regulatório e de incentivos (ainda incerto, para a consultoria), além de o Brasil já ter uma alternativa mais sustentável do que a gasolina e o diesel por meio do etanol.

Imagem da Editoria Exame Invest
Rodrigo Caetano

Repórter ESG| rodrigo.sabo@exame.com


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame