Exame Invest
Economia

Dólar pode se estabilizar em R$ 4,50, diz presidente da Caixa

PUBLICADO EM: 2.7.21 | 10H52
Citando Paulo Guedes, Guimarães afirmou que a economia brasileira "voltou em 'V' como nenhum outro país do mundo"
Dólar: um caixa de US$ 30 bi pode mudar o rumo do câmbio

Imagem da Editoria Exame Invest
Estadão Conteúdo



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 1MIN

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, avalia que a cotação do dólar, que nos últimos dias chegou a ficar abaixo dos R$ 5, pode "muito facilmente" se estabilizar em R$ 4,50. "Há toda essa confiança", afirmou, ao lado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) durante transmissão semanal ao vivo pelas redes sociais.

O dólar à vista encerrou a sessão desta quinta-feira cotado a R$ 5,0453, valorização de 1,45%. Contudo, hoje cedo, na mínima às 10h03, a moeda chegou a ser negociada a 4,9477 (-0,51%).

Citando o ministro da Economia, Paulo Guedes, Guimarães afirmou que a economia brasileira "voltou em 'V' como nenhum outro país do mundo".

"Nós já estamos melhores que no ano passado e a Caixa Econômica Federal empresta como nunca emprestou na vida", afirmou o presidente da estatal, que destacou as linhas de crédito imobiliário e empréstimos para capital de giro pelo Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe).

Imagem da Editoria Exame Invest
Estadão Conteúdo


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame