MERCADOS

Dólar tem leve variação negativa e encerra o dia quase estável, a R$5,6

PUBLICADO EM: 1.3.21 | 17H22
A moeda terminou o pregão mais próxima das máximas do que das mínimas seguindo a notícia de que o governo vai elevar impostos sobre as instituições financeiras

Beatriz Quesada

Repórter especializada na cobertura de mercados. Formada pela ECA-USP, passou pelas redações da revista Capital Aberto e rádio BandNews FM.



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 1MIN

O dólar ficou perto da estabilidade frente o real nesta segunda-feira, 01, após intenso vai e vem durante o pregão.

A moeda terminou o pregão mais próxima das máximas do que das mínimas, reflexo da notícia de que o governo vai elevar impostos sobre as instituições financeiras para zerar o PIS/Cofins sobre o diesel, segundo o jornal o Globo.

Mais cedo, o real já não vinha conseguindo acompanhar a valorização vista nos pares por causa dos riscos locais, que incluem o possível fatiamento da PEC Emergencial (risco fiscal) e o agravamento da pandemia no País.

O dólar teve variação negativa de 0,087%, a 5,6006 reais na venda. No pregão, variou de 5,608 reais a 5,556 reais.


Leia também

Beatriz Quesada

Repórter especializada na cobertura de mercados. Formada pela ECA-USP, passou pelas redações da revista Capital Aberto e rádio BandNews FM.


Compartilhe nas redes sociais