Exame Invest
Mercados

Equatorial: ação dispara 7% depois de balanço. E pode subir mais, diz BTG

PUBLICADO EM: 25.3.21 | 17H31
ATUALIZAÇÃO: 25.3.21 | 17H55
Grupo com forte atuação nas regiões Nordeste e Norte divulga resultado que supera projeções e tem perspectivas de crescimento com recuperação da demanda e na área de transmissão
Equatorial

Torre de transmissão, uma das áreas de atuação da Equatorial: ação é uma das preferidas de investidores no setor

Foto de Marcelo Sakate da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Marcelo Sakate

Editor da EXAME Invest, jornalista com MBA em Mercado de Capitais e passagens por Folha de S. Paulo, Veja, 6 Minutos (C6 Bank) e CNN Brasil | marcelo.sakate@exame.com



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 1MIN

As ações da Equatorial (EQTL3) subiram 6,95% nesta quinta-feira, 25, liderando os ganhos do Ibovespa. Afinal, o que a empresa de energia elétrica com atuação em toda a cadeia (da geração à distribuição e comercialização) teve de tão expressivo?

A companhia divulgou na noite de quarta os resultados do quarto trimestre, apresentando fortes números operacionais. O Ebitda (geração de caixa operacional) chegou a 2,282 bilhões de reais, impulsionado por fatores não recorrentes. A Equatorial tem atuação na área de distribuição nos estados do Maranhão, do Pará, do Piauí e de Alagoas.

Mas, mesmo excluídos esses eventos, o Ebitda teria alcançado 1,264 bilhão de reais, segundo João Pimentel, analista do BTG Pactual (BPAC11), superando em 36% as projeções do banco e com alta de 64% na comparação anual.

O banco de investimentos tem recomendação de compra para a ação, destacando que a "Equatorial é uma de nossas principais escolhas para o setor". "Nós vemos a empresa negociada com uma taxa interna de retorno real de 9,4%, enquanto obtém recuperação da demanda e crescimento no segmento de transmissão", escreve.

O preço-alvo fixado pelo analista para a ação em 12 meses é de 27 reais, o que implicava um upside de 28,5% em relação à cotação de fechamento da quarta, uma vez que o relatório foi distribuído antes do pregão desta quinta. Mas, mesmo com a forte alta, com a ação passando a 22,48 reais, há ainda um potencial de alta de 20%.

Foto de Marcelo Sakate da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Marcelo Sakate

Editor da EXAME Invest, jornalista com MBA em Mercado de Capitais e passagens por Folha de S. Paulo, Veja, 6 Minutos (C6 Bank) e CNN Brasil | marcelo.sakate@exame.com


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame