Exame Invest
Mercados

Exército do Reddit não deve causar grande queda nos mercados, diz JPMorgan

PUBLICADO EM: 1.2.21 | 11H36
O conflito entre investidores de varejo e fundos de hedge continua no radar do banco mas é considerado menos grave
Reddit chega a 52 milhões de usuários diários

Investidores do Reddit acumularam ações como as da GameStop para pressionar as posições vendidas dos fundos de hedge (SOPA Images/LightRocket via Gett)

Foto de Beatriz Quesada da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Beatriz Quesada

Repórter de mercados, passou pelas redações da revista Capital Aberto e rádio BandNews FM | beatriz.quesada@exame.com



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

(Bloomberg) A batalha entre os operadores de varejo e os fundos de hedge não deve causar um grande revés para os mercados, de acordo com o banco JPMorgan.

Grandes perdas geralmente ocorrem quando há uma perspectiva pior de crescimento, bem como sinais de sobrevalorização acima da razão preço-lucro e de spreads de crédito, escreveram os estrategistas do JPMorgan, liderados por John Normand, em nota na sexta-feira. Poucos mercados mostram sinais de impulso extraordinário de preço ou alavancagem excessiva do investidor, disse o banco.

Conheça o maior banco de investimentos da América Latina e invista sem medo de balelas

“O conflito varejo versus fundo de hedge que se desdobra atualmente deve ser muito menos grave do que as quedas de cerca de 10% que vêm ocorrendo quase anualmente nas últimas duas décadas”, escreveu Normand. Segundo ele, o rastreador de bolhas do banco com base nos preços, avaliações e alavancagem do investidor não está “piscando em vermelho”, apesar da cautela em termos de segurança.

Os investidores inspirados por discussões no grupo Wallstreetbets do Reddit acumularam ações como as da GameStop para pressionar as posições vendidas dos fundos de hedge. A volatilidade enervou os investidores na semana passada, mas as bolsas globais se recuperam nesta segunda-feira, com algumas dessas preocupações perdendo força.

“Ninguém deve descartar a combinação de aplicações descentralizadas com a crescente influência do varejo para os mercados”, disse Normand. Mas parece um exagero pensar que este problema é o último estágio para irá estourar uma série de bolhas infladas pelos programas de flexibilização quantitativa, segundo ele.

 

Foto de Beatriz Quesada da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Beatriz Quesada

Repórter de mercados, passou pelas redações da revista Capital Aberto e rádio BandNews FM | beatriz.quesada@exame.com


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame