Exame Invest
Casual

Federer chega a Wall Street com IPO bilionário de sua marca de tênis

PUBLICADO EM: 15.9.21 | 6H30
ATUALIZAÇÃO: 16.9.21 | 7H18
Tenista suíço, vencedor de 20 torneios de Grand Slam, é um dos principais acionistas da On, marca lançada em 2010; empresa pode ser avaliada em até US$ 8 bi na Bolsa de Nova York
O suíço Roger Federer com um sneaker que leva o seu nome, da marca Suíça On | Foto: On/Divulgação

O suíço Roger Federer é um dos investidores na empresa de tênis ON, que estreia na Bolsa de Nova York | Foto: On/Divulgação

Foto de Marcelo Sakate da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Marcelo Sakate

Editor da EXAME Invest, jornalista com MBA em Mercado de Capitais e passagens por Folha de S. Paulo, Veja, 6 Minutos (C6 Bank) e CNN Brasil | marcelo.sakate@exame.com



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 3MIN

Esta reportagem faz parte da newsletter EXAME Desperta. Assine gratuitamente e receba todas as manhãs um resumo dos assuntos que serão notícia.

Para muitos, o maior tenista de todos os tempos, o suíço Roger Federer deixa suas marcas além das quadras. Ele chega simbolicamente nesta quarta-feira, 15 de setembro, a Wall Street para o IPO (oferta pública inicial) da On Holdings, a marca de tênis do qual é um dos principais investidores e acionistas e com a qual tem envolvimento direto.

A oferta poderia captar até 622 milhões de dólares, levando a companhia suíça a um valor de mercado na largada estimado entre 6 bilhões e 8 bilhões de dólares, com as ações negociadas na Bolsa de Nova York.

A estreia foi digna de atuação de um campeão: as ações dispararam 46%, levando a On a um valor de mercado de 9 bilhões de dólares. A fatia de Federer (veja mais abaixo) chegou a estimados 600 milhões de dólares, o que significou que ele multiplicou seu investimento inicial por quase 1.000% em cerca de dois anos.

A On foi fundada em 2010 pelo ex-triatleta profissional Olivier Bernhard e seus amigos David Allemann e Caspar Coppetti. O objetivo na ocasião: desenvolver um tênis de corrida que proporcionasse a melhor sensação possível.

A busca da inovação por meio da tecnologia levou ao desenvolvimento de materiais de amortecimento em modelos que foram reconhecidos no mercado e utilizados por alguns dos melhores triatletas do mundo nos últimos anos em Mundiais e Olimpíadas.

Com o decorrer do tempo, a On lançou outras linhas de calçados e de vestuário, sempre com apelo esportivo, posicionamento premium e a busca pela inovação por meio de novos materiais tecnológicos.

Atualmente a companhia está presente em cerca de 8.100 varejistas em 55 países, com sede em Zurique, na Suíça, e escritórios nos Estados Unidos, na Austrália, no Japão e no Brasil. A empresa reportou um lucro líquido de 4,2 milhões de dólares no primeiro semestre.

Outro investidor e acionista conhecido na On -- especialmente para os brasileiros -- é Marc Lemann, filho de Jorge Paulo Lemann.

Federer, hoje com 40 anos e ainda em atividade no circuito da ATP, entrou na companhia há cerca de dois anos, como sócio investidor, por valor não revelado. Segundo a imprensa suíça, o aporte do tenista ficou em torno de 55 milhões de dólares.

A sua participação acionária não foi revelada no prospecto da oferta, o que significa que em tese ele tem menos de 5% do capital. Uma fatia pouco abaixo significaria um valor estimado de 430 milhões de dólares com a oferta.

O tenista vencedor de 20 títulos de Grand Slam participa do desenvolvimento de tênis e de estratégias de marketing e da definição de ações com fãs da marca. No ano passado, a On lançou uma linha de sneakers que ele ajudou a desenhar. Em maio deste ano, foi a vez do lançamento de uma nova linha colorida chamada ROGER Clubhouse.

Nota da redação: A matéria foi atualizada com o desempenho da On Holdings na estreia na Bolsa de Nova York.

Foto de Marcelo Sakate da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Marcelo Sakate

Editor da EXAME Invest, jornalista com MBA em Mercado de Capitais e passagens por Folha de S. Paulo, Veja, 6 Minutos (C6 Bank) e CNN Brasil | marcelo.sakate@exame.com


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame