Fundador da Nikola vende US$49 mi em ações em feriado para evitar alarde | Exame Invest
Exame Invest
TECNOLOGIA

Fundador da Nikola vende US$49 mi em ações em feriado para evitar alarde

PUBLICADO EM: 3.4.21 | 14H03
ATUALIZAÇÃO: 3.4.21 | 14H12
A empresa é investigada por fraude nos Estados Unidos; seu caminhão elétrico, supostamente, funcional apareceu em vídeo descendo uma ladeira
Caminhão da Nikola

Imagem da Editoria Exame Invest
Lucas Agrela

Jornalista.



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 1MIN

Trevor Milton, fundador da empresa americana de caminhões elétricos Nikola, vendeu o equivalente a 49 milhões de dólares em ações da companhia. A transação foi realizada na última quarta-feira, mas publicada apenas depois do horário comercial, na sexta, na Securities and Exchange Commission, indicando um operação sem alarde. As informações foram divulgadas em uma reportagem do jornal americano Financial Times.

Mesmo após a operação, Milton ainda é o maior acionista da Nikola, com 21% dos papeis. O valor das ações já chegou a mais de 90 dólares em junho do ano passado, mas estava a cerca de 10 dólares nesta semana.

A companhia é investigada pela Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) e pelo Departamento de Justiça dos EUA por acusações de fraude. A empresa contesta o caso. A companhia vende caminhões elétricos que podem ser abastecidos em postos de hidrogênio nos EUA.

Com posicionamento ousado nas redes sociais, e semelhante ao de Elon Musk, da Tesla, Milton chegou a dizer que o caminhão elétrico da companhia era plenamente funcional. No entanto, em um vídeo, a companhia um veículo em movimento que, na verdade, estava descendo uma ladeira. Sobre o caso, a companhia informou o seguinte: " A Nikola nunca afirmou que seu caminhão estava dirigindo sob sua própria propulsão no vídeo, embora o caminhão tenha sido projetado para fazer exatamente isso (como descrito no ponto anterior). O caminhão foi exibido e filmado por terceiros para um comercial".


Recomendado para você


Leia também

Imagem da Editoria Exame Invest
Lucas Agrela

Jornalista.


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame