Exame Invest
Mercados

Ibovespa descola de NY e sobe mais de 1%; Vale recua com minério

PUBLICADO EM: 13.10.21 | 9H14
ATUALIZAÇÃO: 13.10.21 | 14H50
Ações ligadas às commodities operam em baixa enquanto papéis que sofreram nos últimos pregões mostram recuperação

Resumo do investidor

Às 13h30: - Ibovespa sobe 1,31%, aos 113.655 pontos; - Dólar comercial sobe 0,23%, a 5,550 reais; - EUA: Dow Jones cai 0,31%, S&P 500 sobe 0,05% e Nasdaq avança 0,46%.

Painel de cotações da B3 | Foto Germano Lüders/Exame

Foto de Beatriz Quesada da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Beatriz Quesada

Repórter de mercados, passou pelas redações da revista Capital Aberto e rádio BandNews FM | beatriz.quesada@exame.com



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 3MIN

O Ibovespa opera em alta nesta quarta-feira, 13, dia de volta do feriado nacional de Nossa Senhora Aparecida. Às 14h50, o índice avança 1,36%, aos 113.710 pontos, demonstrando mais força que os índices dos Estados Unidos, que apresentam desempenho misto. O dia também é marcado pelo vencimento de opções sobre Ibovespa na B3, o que pode trazer volatilidade ao índice.

“O mercado está acreditando em uma recuperação econômica do Brasil no 2º semestre, provavelmente em cima do ritmo de vacinação, enquanto o cenário global segue mais penalizado”, afirma Jerson Zanlorenzi, diretor da mesa de operações do BTG Pactual digital.

Nos EUA, investidores repercutem a divulgação da inflação oficial do país, mensurada pelo índice de preço ao consumidor americano (CPI, na sigla em inglês). O CPI subiu 0,4% em setembro, alcançando alta de 5,4% nos últimos 12 meses. O resultado veio acima do esperado por economistas, que projetavam avanço de 0,3% no último mês, atingindo 5,3% na comparação anual.

Com o CPI mostrando mais força que o esperado, o mercado fica apreensivo, com investidores esperando um aperto monetário mais duro do banco central americano, o Federal Reserve (Fed).

O clima deve ser de cautela até às 15h, quando será divulgada a ata da última reunião de política monetária do Fed. De acordo com os últimos comunicados do banco central americano, a redução gradual do volume de compra de ativos – processo conhecido como tapering – deve começar já em novembro. 

Outro ponto de atenção é que tem crescido o apoio de membros do Fed para elevar a taxa de juros já em 2022, sendo que a expectativa geral dos economistas era de um aperto monetário apenas em 2023.

No Brasil, investidores também ficam atentos às repercussões da fala do diretor de Política Econômica do Banco Central, Fabio Kanczuk. Em evento do HSBC realizado nesta manhã, Kanczuk afirmou que o ajuste de 1 ponto na Selic sinalizado pelo BC para a próxima reunião do Copom não é um compromisso e pode mudar dependendo das condições – como risco uma mudança muito grande no regime fiscal. 

No entanto, Kanczuk voltou a reforçar que no momento o BC vê a alta de 1 ponto como suficiente para garantir a convergência da inflação para a meta em 2022.

Destaques da bolsa

As ações que sustentam a alta do Ibovespa nesta quarta-feira são papéis que vinham sendo bastante pressionados nas últimas semanas, como de empresas baseadas em alto crescimento ou ligadas ao consumo. Banco Pan (BPAN4) lidera os ganhos do dia subindo quase 10%, após um recuo de 9% na última semana. 

Seguindo o exemplo, os papéis do Inter (BIDI4/BIDI11) e Totvs (TOTS3) têm respectivas altas de 7,9% e 5,4%.

Também sobem as ações que podem se beneficiar de uma maior abertura econômica. Os papéis da Cogna (COGN3) sobem 5,41%. Do mesmo setor, Yduqs (YDUQ3) avança 4,06%. 

Entre as ações de shoppings, Multiplan (MULT3), BR Malls (BRML3) e Iguatemi (IGTA3) sobem em torno de 3%, enquanto a JHSF (JHSF3) avança 4,05%.

No campo negativo estão as ações ligadas às commodities. Vale (VALE3) e siderúrgicas ficam entre as maiores baixas do dia, acompanhando a queda de 4,7% do minério de ferro na China. 

A mineradora cai 1,8% e lidera as quedas do índice, enquanto CSN (CSNA3) e Usiminas (USIM5) recuam em torno de 1%. A Bradespar (BRAP4), holding do Bradesco com grande participação na Vale, cai 1,21%.

O dia é também de perdas para o setor financeiro, com destaque para as ações do Bradesco (BBDC4), que caem 0,44%, seguidas pelas units do Santander (SANB11), que recuam 0,28%. Já Itaú (ITUB4) e Banco do Brasil (BBAS3) registram leves altas.

Foto de Beatriz Quesada da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Beatriz Quesada

Repórter de mercados, passou pelas redações da revista Capital Aberto e rádio BandNews FM | beatriz.quesada@exame.com


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame