Exame Invest
Mercados

Inflação americana, discurso de Campos Neto e o que mais move o mercado

PUBLICADO EM: 14.9.21 | 7H05
A uma semana da reunião do Copom, presidente do Banco Central pode dar pistas sobre política monetária em evento desta terça
Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central

Roberto Campos Neto: presidente do Banco Central (Bloomberg via Getty Images)

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

As principais bolsas internacionais apresentam leves altas na manhã desta terça-feira, 14, em continuidade ao movimento de recuperação iniciado na véspera, após uma sequência de pregões negativos na última semana. 

Às 9h30 o mercado internacional deve voltar as atenções para a divulgação do índice de preço ao consumidor americano (CPI, na sigla em inglês) de agosto. A expectativa é de uma leve desaceleração da inflação mensal de 0,5% para 0,4%. No acumulado de 12 meses, a projeção é de uma queda de 5,4% para 5,3%.

Números acima do esperado , como ocorreu nas últimas cinco divulgações, pode reacender as preocupações sobre o ritmo da retirada de estímulos por parte dos principais bancos centrais.

No Brasil, o principal indicador econômico do dia, o de crescimento do setor de serviços, sairá às 9h. Referente ao mês de julho, o dado deve apontar uma alta mensal de 1% e anual de 18%, tendo em vista a maior restrição de mobilidade no mesmo período do ano passado.

Nesse mesmo horário irá começar o evento do BTG Pactual Macro Day, que terá a presença do ministro da Economia, Paulo Guedes, e do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto. Acesse aqui mais informações sobre o evento.

A uma semana do início da próxima reunião do Comitê de Política Monetária, Campos Neto poderá dar pistas sobre os próximos passos do BC. 

No mercado, uma alta de 1 ponto percentual da taxa Selic é o mínimo esperado, com parte dos investidores já citando a possibilidade de uma elevação de 1,5 p.p. para 6,75%. A necessidade de aumentar a principal taxa de juros da economia está atrelada à inflação, que segue acelerando.

Follow-on da Totvs

A Totvs (TOTS3) anunciou que irá fazer uma oferta subsequente de ações (follow-on, em inglês) restrita de 1,5 bilhões de reais. Com o lote adicional, a oferta poderá levantar até 2,475 bilhões de reais, considerando o preço de fechamento das ações na última semana, de 38,20 reais. O preço final será fixado em 21 de setembro, sendo hoje o início do período de reserva para participar da oferta.

De acordo com fato relevante, o dinheiro do follow-on será utilizado para aquisições corporativas e na construção de um “ecossistema de tecnologia em 3 dimensões (Gestão, Techfin e Business Performance)”.

Construção de luxo

A Gafisa (GFSA3) anunciou o lançamento do empreendimento de luxo TOM Delfim Moreira, localizado no bairro carioca do Leblon. Com valor geral de vendas (VGV) de 190 milhões de reais, o edifício é localizado em frente à praia tem unidades de 284 m² a 500 m².

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame