Exame Invest
Mercados

Inflação e PIB nos EUA, PEC no Senado, minério e o que mais move o mercado

PUBLICADO EM: 24.11.21 | 7H08
ATUALIZAÇÃO: 24.11.21 | 7H38
Bolsas internacionais operam de forma mista à espera de dados econômicos dos Estados Unidos

Plenário do Senado irá debater PEC nesta segunda | Foto: Adriano Machado/Reuters (REUTERS)

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 3MIN

As bolsas internacionais iniciam esta quarta-feira, 24, próximas da estabilidade, após dois dias de fraqueza nos mercados, com investidores preocupados com a possibilidade de um aperto monetário mais duro nos Estados Unidos, após a renomeação de Jerome Powell para a presidência do Federal Reserve

Nesta manhã, as bolsas europeias oscilam entre perdas e ganhos, com o Stoxx 600 subindo cerca de 0,30%. Nos Estados Unidos, os índices futuros caem em torno de 0,20%, sinalizando uma abertura em queda no último dia antes do feriado de Ação de Graças, que manterá Wall Street fechado na quinta-feira, 25, e com pregão reduzido na sexta, 26. 

Bateria de dados nos EUA

O tom no mercado americano pode mudar ainda nesta manhã, com a divulgação da bateria de dados sobre a maior economia do mundo. O principal, no ponto de vista macroeconômico, é o PIB do terceiro trimestre, mas, por já ser sua primeira revisão, o espaço para surpresas é reduzido. 

O consenso é de que o crescimento de 2%, apresentado na primeira prévia, seja revisto para 2,2%. Inicialmente, economistas esperavam por uma expansão de 2,7% da economia americana no trimestre. 

As atenções do mercado, contudo, devem se concentrar no índice de preços sobre gastos pessoais (PCE, na sigla em inglês), principal referência para a política monetária do Fed. Pelas projeções de mercado, o PCE de outubro deve sair em 0,4%, passando de 3,6% para 4,1% o PCE anual. Um número ainda acima do projetado pode provocar reações negativas no mercado, alimentando as expectativas de um aperto monetário mais acelerado nos Estados Unidos.

Com o feriado, dados que usualmente são divulgados na quinta foram adiantados para esta quarta. Este é o exemplo dos pedidos semanais de seguro desemprego, que também sai nesta manhã nos Estados Unidos. A estimativa é de que o número caia de 268.000 para 260.000.

PEC no Senado

No Brasil, o mercado segue atento ao andamento da PEC dos Precatórios, que deve ser levada ao plenário do Senado nesta quarta. Na última sessão, a expectativa de que a proposta estivesse mais próxima de ser aprovada chegou a impulsionar o Ibovespa de volta aos 103.000 pontos. 

Uma das principais mudanças no texto -- que já foi aprovado na Câmara -- foi anunciada na véspera pelo relator da PEC e líder do governo no Senado, Fernando Bezerra. Segundo o senador, o programa Auxílio Brasil deve ter caráter definitivo, com distribuição de 400 reais. Porém, não há grande esperança de que a PEC seja votada ainda hoje, já que parte dos senadores deve pedir vista, ou seja, mais tempo para analisar a proposta.

Com o sobe-e-desce do mercado, seu dinheiro não pode ficar exposto. Aprenda como investir melhor.

Minério segue em alta

Além de a PEC estar mais próxima de uma resolução, a nova alta do minério de ferro é outro fator que deve contribuir para o mercado brasileiro nesta quarta. A commodity fechou em forte valorização pelo terceiro dia seguido na China. 

Nesta madrugada, o minério disparou mais 5,7% e voltou a marca dos 100 dólares por tonelada em meio à perspectiva de maior demanda, após o governo local sinalizar apoio ao mercado imobiliário. A valorização do metal tem embalado as ações da Vale (VALE3), que possui a maior participação do Ibovespa e já acumula alta de mais de 8% na semana.

TIM nega ter recebido proposta 

A TIM (TIMS3) informou que não recebeu qualquer contato direto ou proposta da gestora KKR. No início da semana, a Telecom Itália, controladora da TIM Brasil informou ter recebido uma proposta não vinculante da KKR por 51% da companhia.

Vibra fecha acordo no Amapá

A Vibra (VBBR3), dos postos BR, informou ter chegado a um acordo com a Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) proporcionando a transferência do controle acionário da CEA, decorrente de privatização. Segundo a Vibra, o acordo irá gerar um resultado positivo de 353 milhões de reais. O acordo também encerra o litígio fiscal com o estado do Amapá.

Novo shopping da Multiplan 

A Multiplan (MULT3) anunciou a inauguração de seu 20º shopping center, o ParkJacarepaguá, localizado na Zona Oeste do Rio de Janeiro. A inauguração ocorreu com 95% da área locada e mais de 230 lojas. O investimento da Multiplan na planta foi de 770 milhões de reais.

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame