Exame Invest
Minhas Finanças

IR 2021: saiba como evitar multa de atraso na entrega da declaração

PUBLICADO EM: 30.5.21 | 12H33
ATUALIZAÇÃO: 30.5.21 | 12H35
Secretário especial da Receita Federal sugere que o contribuinte entregue no prazo, até amanhã, e então faça as correções necessárias, sem penalidades
Imposto de renda -Receita Federal

O prazo para a entrega do Imposto de Renda 2021 acaba nesta segunda-feira, 31 de maio, às 23h59 | Foto: Marcello Casal/Agência Brasil (Marcello Casal JrAgência Brasil)

Imagem da Editoria Exame Invest
Agência Brasil



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 1MIN

Da Agência Brasil

O prazo de entrega da declaração do Imposto de Renda (IR), exercício 2020, termina nesta segunda-feira (31). Para evitar o pagamento de multas por atraso, o secretário especial da Receita Federal, José Tostes, sugere que o contribuinte entregue a declaração e depois faça ajustes, correções ou simplificações nas informações que prestou.

Em entrevista ao programa Brasil em Pauta, o secretário buscou tranquilizar os contribuintes sobre eventuais problemas na declaração.

Segundo ele, a Receita dará ao declarante a oportunidade de se autorregularizar. “Nós estaremos enviando ao contribuinte os apontamentos dos problemas identificados na sua declaração e oferecendo, de forma espontânea, a possibilidade de ele fazer essas correções sem qualquer incidência de multas ou penalidades”, afirma.

De acordo com Tostes, o contribuinte que ainda não preencheu a declaração pode contar com duas facilidades oferecidas pela Receita: a declaração pré-preenchida e o assistente virtual. Criado neste ano, o assistente virtual já recebeu mais de 30.000 dúvidas de contribuintes.

Imagem da Editoria Exame Invest
Agência Brasil


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame