Exame Invest
Academy

Conheça Juliana Machado, analista de fundos no BTG Pactual digital

PUBLICADO EM: 6.5.21 | 18H21
ATUALIZAÇÃO: 12.7.21 | 10H30
Formada em jornalismo, a analista se especializou em economia. Mas a paixão pelo mercado de capitais mudou recentemente o rumo de sua carreira
Juliana Machado, analista da EXAME Research: quadro novo para explicar conceitos do mercado financeiro

Juliana Machado, especialista em fundos de investimentos da EXAME Invest Pro

Imagem da Editoria Exame Invest
Juliano Passaro

Repórter da Exame



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

Juliana Machado é analista de fundos de investimento no BTG Pactual digital, maior banco de investimentos da América Latina. Ela também ministra aulas na Exame Academy e estruturou o curso “Mapa dos fundos: como encontrar os melhores fundos de investimentos”.

Aumente seus rendimentos com ajuda dos especialistas do maior banco de investimentos da América Latina. Abra sua conta no BTG Pactual digital.

A história de Juliana com o mercado financeiro começa nas redações de veículos de imprensa, ainda na época da faculdade. No jornalismo econômico, trabalhou por nove anos. Ela explica que foi uma grande experiência e que a fez entender o grande apelo que tinha falar de dinheiro no país da desigualdade.

“Por ter visto relações traumáticas com o dinheiro e com a falta do dinheiro, tanto pelo fato da desigualdade como pelo fato da gente não ser ensinado, essa área me fascinou”, conta.

Do jornalismo à análise de investimentos

No período em que trabalhou em redações, ela realizou uma especialização em Economia Brasileira, pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). Mas Juliana conta que sua chegada ao mundo dos investimentos se deu de maneira ocasional.

“Foi no decorrer da profissão e do meu interesse no assunto. Venho de uma família pobre e, por causa disso, a relação que tive na minha casa com o dinheiro sempre foi traumática. Essa foi a razão pela qual eu fui parar no jornalismo econômico”, diz.

Após começar a escrever sobre o assunto, Juliana foi pegando gosto pelo mercado financeiro, por saber detalhes sobre empresas, negócios e investimentos. Passou, então, a estudar cada vez mais assuntos ligados ao meio.

Decidiu, inclusive, investir com o seu pouco dinheiro de estagiária da época. “Eu não entendia muito bem, mas sabia do tesouro direto, para a compra de títulos, e dos fundos de investimento, em que um gestor pode cuidar da sua grana”, explica.

“Comprei vários ativos ruins, mas comecei a estudar mais. Fui para o Valor Econômico, onde tive uma visão mais profunda sobre o assunto ao falar bastante com gestores e me interessei muito por fundos de investimentos”, complementa.

As vantagens dos fundos de investimentos

Para a especialista, os fundos são a maneira mais simples e acessível para que pequenos investidores acessem ativos mais complexos. Ela conta que, apesar do dinheiro ser curto durante os tempos de estágio, a sua busca por informações sempre foi grande para aprender a alocar melhor seu patrimônio.

“Sempre gostei muito de ler as cartas dos gestores, de ver o que eles estavam fazendo e qual o motivo. Quando vi a oportunidade de ser analista de fundos, eu pensei: é o que eu quero”, finaliza.

Recentemente, ela concluiu os estudos para a certificação CNPI, da Associação de Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais (Apimec). A formação garante o título de analista de investimento de valores mobiliários, que permite aos profissionais do mercado de capitais avaliar e recomendar ativos.

Imagem da Editoria Exame Invest
Juliano Passaro

Repórter da Exame


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame