Exame Invest
Minhas Finanças

Mulher economiza quase R$ 4 milhões após divórcio; veja como

PUBLICADO EM: 11.5.21 | 18H39
ATUALIZAÇÃO: 13.5.21 | 12H12
Mãe solteira de duas crianças, Lakisha Simmons arrecadou 750 mil dólares; veja 6 dicas que ela dá para alcançar a independência financeira

Resumo do investidor

• Ao se separar, Lakisha Simmons sentiu-se insegura financeiramente • Aprendeu a economizar e investir em previdência • Deve conquistar seu primeiro 1 milhão de dólares até 2022 (mais de 5,23 milhões de reais) • Mentoria da EXAME com Carol Paiffer ajuda a fazer seu dinheiro render mais, como Simmons

Lakisha Simmons, mãe solteira que econimizou 750 mil dólares, é negra, de cabelos longos e veste moletom

Imagem da Editoria Exame Invest
Tatiane Gonsales

Repórter da Exame



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 4MIN

Em 2017 a situação financeira da norte-americana Lakisha Simmons virou de cabeça para baixo. Com a separação de seu marido, a historiadora se viu como mãe solteira de dois filhos menores de 10 anos e tendo de manter a hipoteca do lar onde morava em Nashville (EUA) unicamente com seu salário.

Preocupada com as contas, Simmons se aprofundou em leituras sobre independência financeira e traçou uma meta: iria alcançar a liberdade financeira em breve, o que a permitiria se aposentar independentemente da idade em que decidisse fazer isso.

Ao site Insider, ela conta que a insegurança era sua maior inimiga. “Eu não queria mais viver em uma situação em que não pudesse dar conta de mim mesma. [Pensei:] o que é preciso para eu viver apenas de investimentos?”, revela.

Quatro anos se passaram desde o divórcio e Simmons hoje é fundadora da BRAVE Consulting, professora da Belmont University e acumula uma quantia de 750.000 dólares. O valor equivale a quase 4 milhões de reais, conforme cotação em 11 de maio de 2021.

Inscreva-se no Investidoras aos Milhões, mentoria da Carol Paiffer, e descubra como conquistar tanto rendimento como Simmons

A acadêmica não pretende parar. Apesar de hoje poder viver de sua economia, ela pretende prosseguir em seu trabalho e conquistar seu primeiro milhão de dólares em 2022.

Confira, a seguir, seis dicas que Lakisha Simmons compartilha para que mais pessoas possam alcançar a tão sonhada independência financeira, como ela.

Como alcançar a independência financeira, segundo Lakisha Simmons

1. Devore conteúdos de finanças pessoais

Simmons começou sua jornada pela liberdade financeira entendendo onde estava e aonde poderia chegar - principalmente para realizar seu desejo da aposentadoria precoce.

Para isso, dedicou boa parte de seu tempo a leituras de blogs, artigos e livros sobre finanças pessoais. E esta é sua primeira dica de como se tornar financeiramente independente.

2. Corte despesas desnecessárias, a começar pela sua casa

No começo a historiadora não queria saber de se mudar com as crianças. Mas ganhando conhecimento sobre finanças e investimentos, viu que a melhor escolha a se fazer era trocar de lar. Ela vendeu sua casa de cinco quartos e passou a morar em um apartamento de dois quartos.

A mudança permitiu com que economizasse 12.600 dólares por ano (cerca de 66.000 reais) em despesas gerais de moradia. Com o lucro obtido, ela abriu uma conta em uma corretora e passou a investir.

3. Rastreie suas despesas

Lashika Simmons recomenda o uso de ferramentas de rastreio e planejamento de gastos. Para ela, ter controle de cada entrada e saída de dinheiro é essencial para uma ótima gestão de recursos.

Primeiramente, ela criou uma planilha e passou a anotar todas suas despesas durante um ano. Neste tempo ela observava os gráficos gerados sobre seus gastos, analisando o que eram gastos, investimentos e o que poderia ser poupado.

Em seguida, passou a usar aplicativos orçamentários para rastrear suas transações financeiras em tempo real. Esse tipo de ferramenta a permitiu ter uma leitura mensal de como ela estava gastando sua renda - e se tudo aquilo realmente valia a pena ou era supérfluo.

Por último, ela aderiu a uma empresa de gerenciamento de patrimônio pessoal. O objetivo é ter um rastreamento mais eficaz de seu patrimônio líquido.

4. Corte suas contas mensais

Após rastrear as despesas, Simmons revisou todas suas contas mensais. Para ela, a maioria das pessoas sempre têm gastos ou itens que não precisam mais - ou que possuem opções mais acessíveis.

Por exemplo: ela se livrou da sua TV a cabo, o que gerou uma economia de 1.440 dólares por ano (mais de 7.531 reais). Trocou seu plano de celular e lucrou mais 1.620 dólares (aproximadamente 8.500 reais). Ajustou também as apólices do seguro para alternativas mais baratas e até mesmo mudou a mercearia em que fazia compras.

5. Planeje sua aposentadoria

Como muitas pessoas, Simmons sempre sonhou com uma aposentadoria tranquila e que viesse antes da terceira idade. Para isso, ela investiu em um plano de previdência de acordo com seu perfil.

Analisou em quanto tempo se aposentaria, quais as vantagens dos planos de previdência oferecidos, suas tributações e rendimentos. No Brasil temos disponíveis os planos PGBL ou VGBL, que procuram complementar a renda no futuro.

6. Comece a investir

A partir do momento em que Simmons passou a aplicar em um fundo de previdência (ou plano de previdência), ela passou a se sentir segura para ampliar seus investimentos. Então, passou a aplicar em fundos de ações e fundos de índice (ou ETFs), mantendo sua carteira diversificada.

"Para me tornar financeiramente independente, eu só precisava mudar minha mentalidade de gastar dinheiro para economizar e investir dinheiro", disse Simmons ao Insider.

Segundo a americana, o valor arrecadado durante os quatro anos se deve muito aos lucros obtidos com investimentos - algo que não teria atingido se apenas guardasse dinheiro.

Como começar a investir: mentoria para mulheres

Para quem deseja ganhar tanto quanto Lakisha Simmons, a EXAME oferece a mentoria Investidoras aos Milhões, liderada por Carol Paiffer - jurada do reality show Shark Tank Brasil e CEO da ATOM S/A, a maior empresa de traders da América Latina.

O projeto ajuda mulheres a investirem seus patrimônios e serem mais participativas na Bolsa de Valores - afinal, a presença feminina na B3 é de somente 27%. Para isso, reúne especialistas em lives, onde são compartilhadas experiências, conhecimentos e descontos exclusivos para dar os primeiros passos no mundo dos investimentos.

Participe do Investidoras aos Milhões e saiba como dar os primeiros passos na Bolsa de Valores com Carol Paiffer

Imagem da Editoria Exame Invest
Tatiane Gonsales

Repórter da Exame


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame