Exame Invest
Mercados

Magalu cria novo programa de recompra de ações

PUBLICADO EM: 27.8.21 | 9H19
ATUALIZAÇÃO: 27.8.21 | 9H34
Último programa de recompra da companhia movimentou 890 milhões de reais
Magazine Luiza

Centro de Distribuição do Magazine Luiza | Foto: Leandro Fonseca/Exame (Leandro Fonseca)

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 1MIN

A Magazine Luiza (MGLU3) o término e a criação de um novo programa de recompra de ações. Segundo fato relevante emitido pela companhia nesta manhã, foram adquiridas 40 milhões de ações por um preço médio de 22,27 reais, o equivalente a 890 milhões de reais no total.

Para o novo programa, o objetivo é comprar mais 40 milhões de ações, cerca de 1,41% dos papéis em livre circulação. O prazo de encerramento do programa é de 18 meses.

Segundo a Magazine Luiza, o principal objetivo do programa de recompra é "maximizar a geração de valor para os acionistas". A empresa também informou que as ações poderão ser utilizadas para "fazer frente às obrigações decorrentes do plano de opções de ações e do plano de remuneração baseado em ações, dirigidos a seus executivos e colaboradores" e para possíveis pagamentos por aquisição de participação em outras companhias.

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame