Exame Invest
Mercados

No radar: IBC-Br, IPO da CSN, estreia da Oceanpact e o que mais move o mercado

PUBLICADO EM: 12.2.21 | 7H03
ATUALIZAÇÃO: 12.2.21 | 11H22
Investidores internacionais adotam cautela após recordes; mercado brasileiro se prepara para feriado de Carnaval
Economia brasileira. thiagonori / Getty Images

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

Esta reportagem faz parte da newsletter EXAME Desperta. Assine gratuitamente e receba todas as manhãs um resumo dos assuntos que serão notícia.

Com alguns dos principais índices de ações próximos de máximas históricas, investidores aproveitam para realizar lucros nesta sexta-feira, 12. Na Europa, as bolsas chegam a cair 1%, enquanto o mercado de futuros sinaliza abertura em queda nos Estados Unidos. Por lá, tanto o índice S&P 500 quanto o Nasdaq bateram recordes no último pregão.

Conheça o maior banco de investimentos da América Latina e invista com os melhores assessores

Um dos poucos destaques positivos é a bolsa de Londres, que apresenta leve alta, se descolando do mercado europeu. Isso porque o PIB do Reino Unido, divulgado nesta manhã, saiu acima das expectativas, com a alta de 1% no quarto trimestre ante estimativas de 0,5%. No ano, porém, o país teve contração de 9,9%, a maior desde 1709.

Também é esperado um tom de maior cautela no cenário interno. Às vésperas da pausa de Carnaval, investidores devem diminuir a exposição em risco para atravessar os próximos quatro dias. Embora parte do país tenha cancelado o feriado para conter aglomerações, a B3 decidiu manter o calendário previsto no início do ano, abrindo somente às 13h na Quarta-feira de Cinzas.

No ano passado, foi justamente nesse período que o mercado começou a sangrar devido ao coronavírus. Com a bolsa brasileira fechada, os impactos se concentraram na Quarta-feira de Cinza, quando o Ibovespa despencou 7%. 

IBC-Br

Na agenda do dia, o principal dado será o IBC-Br de dezembro. Também conhecido como “prévia do PIB”, o índice de atividade econômica do Banco Central deve apresentar crescimento de 0,4%, segundo estimativas do mercado, confirmando o oitavo mês de recuperação. Por outro lado, os números já vêm mostrando um menor ritmo de retomada, com a alta IBC-Br caindo mês a mês desde setembro. 

Resultados

Além de dados macroeconômicos, investidores devem repercutir neste pregão alguns dos principais resultados do quarto trimestre. Na noite de ontem, apresentaram balanços Banco do Brasil, Multiplan, Lojas Renner e Engie.

IPO da CSN Mineração

Com potencial de ser a maior oferta pública inicial do ano (IPO, na sigla em inglês), a CSN Mineração (CMIN3) irá precificar suas ações nesta sexta. Com faixa indicativa entre 8,50 reais e 11,35 reais, a empresa pode levantar até 7,16 bilhões de reais. Na véspera, Eletromídia e Orizon precificaram suas ofertas, levantando 871,64 milhões de reais e 553,95 milhões de reais, respectivamente.

Estreia da Oceanpact

Em mais um dia de estreia de ações na B3, os papéis da empresas de serviços marinhos Oceanpact (OPCT3) debutam nesta sexta. No IPO, a empresa conseguiu 1,22 bilhão de reais, com as ações precificadas a 11,15 reais, no piso da faixa indicativa. 

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame