No radar: Troca no BB, Embraer, Eletrobras e o que mais move o mercado | Exame Invest
Exame Invest
MERCADOS

No radar: Troca no BB, Embraer, Eletrobras e o que mais move o mercado

PUBLICADO EM: 19.3.21 | 7H07
ATUALIZAÇÃO: 19.3.21 | 7H53
Índices futuros americanos sobem com alívio no rendimento dos treasuries enquanto bolsas asiáticas e europeias caem
Banco-do-Brasil

Fausto de Andrade Ribeiro será o próximo presidente-executivo do Banco do Brasil após a renúncia de André Brandão

Foto de Beatriz Quesada da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Beatriz Quesada

Repórter especializada na cobertura de mercados. Formada pela ECA-USP, passou pelas redações da revista Capital Aberto e rádio BandNews FM.



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 4MIN

Esta reportagem faz parte da newsletter EXAME Desperta. Assine gratuitamente e receba todas as manhãs um resumo dos assuntos que serão notícia.

Os índices futuros americanos operam em alta nesta sexta-feira, 19, mostrando recuperação após forte queda do dia anterior influenciada pelo salto no rendimento do tesouro de 10 anos dos Estados Unidos. 

O rendimento dos treasuries – usado como termômetro no mercado para medir as expectativas de inflação nos EUA – subiu ontem para 1,75%, o maior patamar registrado desde janeiro de 2020. A taxa cedeu nesta manhã, caindo para 1,687%.

Já as bolsas asiáticas fecharam em queda, repercutindo o movimento vendedor dos EUA do dia anterior. O clima de cautela também predomina no mercado europeu, que opera em terreno negativo tanto pelo temor de inflação nos Estados Unidos quanto pela aceleração da Covid-19 na Europa, impondo novos lockdowns e pressionando o preço do petróleo. Os barris tipo WTI e Brent registraram mais de 7% de desvalorização ontem, no 5º dia consecutivo de queda. 

No cenário doméstico, as notícias que devem movimentar o mercado nesta sexta-feira são: troca na presidência do Banco do Brasil, divulgação de resultados de Embraer e Eletrobras, mudança na diretoria do Banco Central e a continuidade do avanço desenfreado da pandemia. 

Quer dar um salto na carreira e no salário? Comece com a Jornada de Finanças e Negócios da EXAME Academy

Troca no BB

O governo federal anunciou na noite de quinta-feira, 18, a indicação de Fausto de Andrade Ribeiro para ser o próximo presidente-executivo do Banco do Brasil, após o atual mandatário do banco estatal, André Brandão, ter renunciado ao cargo.

Ribeiro, funcionário de carreira no BB desde 1988, é desde o ano passado presidente da BB Administradora de Consórcios e será o terceiro no comando do banco estatal em cerca de oito meses. 

Brandão assumiu em agosto do ano passado em substituição a Rubem Novaes, que pediu demissão insatisfeito com o congelamento dos planos de privatização do BB.

Nesta segunda substituição, também foram fatores políticos que retiraram o atual presidente do cargo. Brandão estava sob pressão do presidente Jair Bolsonaro desde o início do ano, depois de anunciar medidas impopulares como o plano de fechamento de agências e o programa de demissão voluntária de funcionários.

As ações do banco recuam 21,6% neste ano, uma queda acima de seus pares, como reflexo da perda de confiança de investidores com os sinais do governo Bolsonaro de buscar uma gestão mais alinhada aos seus interesses políticos.

Brandão continuará no comando do BB até 31 de março.


Recomendado para você

Resultados da Embraer

A fabricante de aeronaves Embraer (EMBR3) divulga o balanço de 2020 nesta manhã, antes da abertura do mercado. As entregas de aeronaves aumentaram nos últimos meses de 2020 e as perspectivas para o resultado são positivas, em parte pela retomada da reabertura econômica mundial esperada com o avanço da vacinação. Apenas este ano, as ações da Embraer já se valorizaram 57,63%.

Balanço da Eletrobras

Após o fechamento de mercado, a estatal de energia Eletrobras (ELET3; ELET6) finalmente deve apresentar os resultados de 2020 e do último trimestre do ano após reagendar a data de divulgação três vezes. A data original era 12 de março. A expectativa é que a companhia apresente um lucro líquido de 7,1 bilhões de reais. As conversas sobre privatização da companhia voltaram à mesa nesta semana, com a inclusão da empresa no Programa Nacional de Desestatização (PND). O governo afirmou que a venda da Eletrobras deve acontecer no início de 2022.

Mudança no BC

O Banco Central informou na noite de ontem que a economista Fernanda Nechio deixará o cargo de diretora de Assuntos Internacionais da autarquia, por razões pessoais, e deverá ser substituída por Fernanda Guardado, hoje economista-chefe do Banco Bocom BBM. 

O nome de Guardado, que tem PhD em Economia pela PUC-Rio, ainda terá que passar pela aprovação do Senado, onde deve ser sabatinada na Comissão de Assuntos Econômicos.

Retrospectiva

Em dia volátil, o Ibovespa ficou no negativo nesta quinta-feira, 18, e fechou em baixa de 1,47%, com o cenário incerto no mercado americano, que repercutiu a alta no rendimento dos títulos de 10 anos dos Estados Unidos. O índice também repercutiu a queda de 7% do petróleo. O dólar, por sua vez, registrou queda, favorecido pela alta da Selic, embora com efeito limitado pelo avanço dos treasuries americanos.

Avanço da pandemia

O país tem 287.499 óbitos e 11.780.820 casos confirmados da doença até quinta-feira, 18, segundo o Ministério da Saúde. Há três dias seguidos o número de mortes está acima de 2.600. O total de óbitos nesse período chega a 8.213. Enquanto isso, apenas 5,19% da população brasileira já recebeu a vacina.


Leia também

Foto de Beatriz Quesada da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Beatriz Quesada

Repórter especializada na cobertura de mercados. Formada pela ECA-USP, passou pelas redações da revista Capital Aberto e rádio BandNews FM.


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame