O que são LCI e LCA? Quais as vantagens e as desvantagens? | Exame Invest
Exame Invest
Guia

O que são LCI e LCA? Quais as vantagens e as desvantagens?

PUBLICADO EM: 15.12.20 | 17H53
ATUALIZAÇÃO: 16.2.21 | 21H42
Entenda como funcionam as LCI e as LCA e conheça as vantagens e as desvantagens desses investimentos, como rentabilidade, segurança e liquidez
Ganhos de quem trabalha com dinheiro

Imagem da Editoria Exame Invest
Da Redação

Repórter da Exame



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 3MIN

As Letras de Crédito Imobiliário (LCI) e as Letras de Crédito do Agronegócio (LCA) são dois investimentos da renda fixa que se popularizaram nos últimos anos. Elas são recomendadas para o investidor que deseja um rendimento próximo ao Certificado de Depósito Interbancário (CDI) com segurança e isenção de impostos.

A LCI é um título de renda fixa lastreado em crédito imobiliário, emitido por bancos e instituições financeiras para financiar o setor. Ele remunera o investidor com uma taxa pré-determinada no vencimento do título. 

Ganha pouco, mas gostaria de começar a guardar dinheiro e investir? Aprenda com a EXAME Academy

A LCA é um título de renda fixa emitido por bancos e instituições financeiras com o objetivo de captar recursos para o agronegócio. Quem investe em uma LCA está emprestando dinheiro para que o banco financie o agronegócio. 

LCI e LCA: quais as diferenças?

As LCIs e as LCAs possuem muitas semelhanças: são emitidas por instituições financeiras, são isentas da cobrança Imposto de Renda, são garantidas pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC) até o limite de 250 mil reais e os recursos captados por meio dessas aplicações só podem ser destinados para áreas específicas. Essa é a principal diferença: os recursos da LCI são destinados ao mercado imobiliário, e os da LCA, para o agronegócio. 

Isso não significa que o investidor está aplicando diretamente no mercado imobiliário ou no agronegócio, mas que está, de certa forma, ajudando a financiar esses dois setores importantes da economia nacional. 

Nos demais aspectos, como liquidez, rendimento e tributação, as LCIs e as LCAs são semelhantes. O rendimento vai variar caso a caso, mas ela pode ser prefixada, pós-fixada -- atrelada a um indexador, como o CDI -- ou híbrida, cujo rendimento prevê uma taxa fixa mais uma variação que pode ser um índice de inflação.

Vantagens de investir em LCI e LCA

As LCIs e as LCAs são um investimento de renda fixa muito procurados por investidores porque oferecem um benefício fiscal importante: são isentas de Imposto de Renda. Isso significa que toda a rentabilidade obtida já é líquida. É uma característica que as distinguem de outros investimentos de renda fixa, como CDBs, títulos do Tesouro Direto e debêntures.

Uma vantagem extra é que, como a LCI e a LCA são emitidas por bancos e instituições financeiras, contam com a garantia do FGC, o Fundo Garantidor de Crédito, em caso de quebra do emissor. 

Desvantagens de investir em LCI e LCA

A liquidez com restrições é considerada a principal desvantagem de LCIs e LCAs. Em geral, é preciso esperar um prazo de carência que costuma ser de três meses ou o vencimento do papel, em prazos como um ano, para resgatar o investimento e transformá-lo em recursos que podem ser acessados em sua conta.

Como escolher entre LCI e LCA

Como a rentabilidade de cada título vai depender do emissor do título, a escolha sobre o investimento mais adequado vai depender de uma análise do rendimento e do prazo de vencimento, aliada ao perfil de investidor e ao objetivo financeiro de cada aplicação.


Leia também

Imagem da Editoria Exame Invest
Da Redação

Repórter da Exame


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame