Exame Invest
Guia

O que são títulos do Tesouro pós-fixados?

PUBLICADO EM: 10.11.20 | 16H55
ATUALIZAÇÃO: 16.2.21 | 21H23
Entenda como funcionam os títulos pós-fixados, como o Tesouro Selic, e conheça suas características, as vantagens e as desvantagens
Tesouro Direto

(Getty Images/iStockphoto)

Imagem da Editoria Exame Invest
Da Redação

Repórter da Exame



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

O Tesouro pós-fixado é um título do Tesouro Direto que remunera o investidor de acordo com a variação de um indexador, que é a taxa Selic, a taxa básica de juros da economia fixada pelo Banco Central.

Isso significa que é possível estimar o retorno do investimento ao longo do tempo acompanhando a Selic, ainda que só será possível saber exatamente quanto o título rendeu na data do resgate.

Como funciona

O Tesouro Pós-fixado é um investimento de renda fixa considerado um dos mais seguros existentes, uma vez que o indexador do rendimento é também a referência para o custo do dinheiro no mercado.

Como o indexador é a taxa Selic, isso significa que o rendimento sobe quando a taxa básica é elevada pelo Banco Central; e diminui quando a taxa é reduzida.  

Quais são os títulos do Tesouro Pós-fixado

Existe apenas um título do Tesouro Direto com rendimento pós-fixado: o Tesouro Selic, que era chamado anteriormente de Letra Financeira do Tesouro, a LFT. Como o nome já diz, seu rendimento está atrelado à Selic, a taxa básica de juros da economia.

O Tesouro Selic é um investimento muito utilizado para reserva de emergência, uma vez que conta com segurança, liquidez (isso significa que é facilmente negociável) e não sofre grandes variações de rendimento com a chamada marcação a mercado (atualização do título pelo seu preço de mercado), como é o caso dos títulos do Tesouro Prefixados. 

Atualmente existe um título disponível para negociação:

  • Tesouro Selic 2025

É um título que tem vencimento em 1º de março de 2025, recomendado para quem deseja realizar investimentos com objetivos de curto e médios prazos.

Outros títulos do Tesouro Direto

Além dos títulos Prefixados e Pós-fixados, existem os títulos híbridos, que oferecem aos investidores tanto uma taxa prefixada quanto uma rentabilidade que é atrelada a um indexador. 

Esses títulos híbridos são o Tesouro IPCA + (a antiga Nota do Tesouro Nacional -- Série B Principal, ou apenas NTN-B Principal) e o Tesouro IPCA+ com juros semestrais (a antiga Nota do Tesouro Nacional -- Série B, ou apenas NTN-B). Eles remuneram os investidores com uma taxa predefinida no momento da compra somada à variação da inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). 

Imagem da Editoria Exame Invest
Da Redação

Repórter da Exame


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame