Oi dá nova cartada para avançar em plano de fibra ótica; entenda | Exame Invest
Exame Invest
MERCADOS

Oi dá nova cartada para avançar em plano de fibra ótica; entenda

PUBLICADO EM: 24.3.21 | 12H35
Empresa dobra incentivo financeiro em operação que pretende reforçar nova área de atuação, após a venda de telefonia móvel; ações sobem 2% nesta quarta
BTG e OI assinam acordo de preferência para leilão de fibra R$ 20 bi

Loja da Oi no shopping Iguatemi, em São Paulo: caminho aberto para se dedicar à fibra óptica

Imagem da Editoria Exame Invest
Bloomberg



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 1MIN

A Oi (OIBR3, OIBR4) aumentou a oferta de incentivo financeiro -- o chamado “consent fee“ -- para obter aprovação de detentores de seus títulos de dívida em dólar para novos empréstimos, segundo um documento enviado a eles.

A Oi elevou a oferta de 5 dólares para cada 1.000 dólares em notas para 10 dólares. As ações ordinárias (OIBR3) sobem quase 2% nesta manhã, com alta acumulada próxima a 300% nos últimos 12 meses, diante das perspectivas de recomeço da companhia.

A empresa precisa da aprovação dos detentores de títulos para levantar dívidas, incluindo as debêntures conversíveis de 2,5 bilhões de dólares na InfraCo, a sua unidade dedicada a fibra ótica e que será o principal negócio da companhia.

As debêntures serão subscritas pela Brookfield, uma gestora global de ativos alternativos, com participação da Farallon Capital Management e da Prisma Capital.

Procurada pela Bloomberg, a Oi não quis comentar.

A empresa, em recuperação judicial desde 2016 (data do pedido), também precisa de caixa para fazer investimentos em fibra ótica antes de vender o negócio e também busca refinanciar dívidas garantidas da Oi Móvel antes de concluir a venda para o consórcio formado pela Claro, a TIM (TIMS3) e a Vivo (VIVT3).

A Oi está pedindo aos detentores de notas de 1,65 bilhão de dólares com vencimento em 2025 que alterem a escritura desses papéis a fim de obter consentimento para os empréstimos na InfraCo e Oi Móvel.

*Com a Redação


Recomendado para você


Leia também

Imagem da Editoria Exame Invest
Bloomberg


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame