Pix vai parar por falta de dinheiro? Veja o que diz o BC | Exame Invest
Exame Invest
Minhas Finanças

Pix vai parar por falta de dinheiro? Veja o que diz o BC

PUBLICADO EM: 14.4.21 | 14H06
Sem verba há chances do novo sistema de pagamento do Banco Central parar de funcionar
Pix

PIX: transações do Pix somam mais de 278 bilhões de reais (SOPA Images/LightRocket via Gett)

Foto de Karla Mamona da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Karla Mamona

Repórter da Exame



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 1MIN

Visando não estourar o teto dos gastos, o governo federal cortou o orçamento de tecnologia do Banco Central. A decisão pode impactar diretamente o Pix. De acordo com a colunista Miriam Leitão, do jornal O Globo, sem verba não há como o novo sistema de pagamento do BC funcionar, com isso ele pode ser paralisado.

O motivo, segundo o jornal, é que quem faz todo o processamento do Pix é o próprio Banco Central, ao contrário de outras formas de pagamento, como o DOC e TED que são feitos pelos sistemas dos bancos.

Quer aprender a organizar seu orçamento e a começar a investir? O Guia EXAME Invest vai te ajudar

Procurada pela EXAME Invest, o Banco Central afirmou que os impactos no orçamento do BC serão administrados de modo a não prejudicar o Pix e sua agenda evolutiva. 

Desde seu lançamento, em novembro do ano passado, as transações do Pix somam mais de 278 bilhões de reais e mais de 393,6 milhões de transferências realizadas. Um dos próximos passos do PIX é a internacionalização do PIX, que permitirá a transferência em tempo real de recursos do Brasil para o exterior. A medida ainda está sendo estudada pelo BC. 

O jornal Globo afirma ainda que outro gasto cortado pelo governo foi para financiamento da agricultura familiar, o Pronaf. “São cortes indevidos em despesas discricionárias. A manobra do governo agora é colocar vários gastos acima do teto para não cortar as emendas, o fura-teto.”


Recomendado para você


Leia também

Foto de Karla Mamona da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Karla Mamona

Repórter da Exame


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame