Exame Invest
Invest

Por que a Cury paga bons dividendos? Entenda no Papo Aberto

PUBLICADO EM: 20.5.21 | 12H46
ATUALIZAÇÃO: 20.5.21 | 12H48
Em entrevista ao analista Luis Mollo, da EXAME Invest Pro, o diretor de RI da Cury, Ronaldo de Capua, explicou o modelo de incorporação da empresa
Cury (CURY3)

Cury: crescimento com base em estratégia de incorporação em fases | Foto: Divulgação

Imagem da Editoria Exame Invest
Juliano Passaro

Repórter da Exame



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

A Cury Construtora (CURY3) está no mercado há 58 anos e atua no setor de habitação voltado para as classes econômica e supereconômica. A companhia busca sempre comprar grandes terrenos e lançá-los em fases, para aproveitar a oscilação do mercado brasileiro.

O diretor de RI da Cury, Ronaldo de Capua, explicou o modelo de atuação da empresa e o seu diferencial em relação a concorrentes em entrevista ao analista Luis Mollo, da EXAME Invest Pro, durante o programa Papo Aberto desta semana.

Quer proteger o seu patrimônio e aprender a montar sua própria carteira? Inscreva-se na Jornada do investidor independente, com Bruno Lima.

“Estamos no Brasil. O mercado oscila para o bem e para o mal. Quando o mercado melhora, lançamos um empreendimento em fases e eu tenho a oportunidade de, na fase seguinte, colocar um produto um pouco melhor, beliscando uma margem um pouco maior. Quando o mercado se retrai, eu consigo diminuir um degrau do meu produto e saio vivo do outro lado”, explicou Capua.

Apesar de ser uma construtora que mira pessoas de classes mais baixas, a Cury se inspira na fórmula de vendas das incorporadoras de alto padrão.

“Temos um jeito diferente de fazer a venda. Montamos um estande para cada empreendimento, para encantar o cliente. Se tivermos uma velocidade de venda muito alta, eu consigo girar sem colocar muito dinheiro. Isso faz com que a empresa tenha uma alta geração de caixa e, consequentemente, pagamos bons dividendos”, diz o executivo da Cury.

No mês passado, a Cury anunciou o pagamento de 115 milhões de reais aos acionistas referente ao resultado de 2020, em montante que corresponde a 0,394 real por ação ordinária.

Região de atuação da Cury (CURY3)

A Cury atua na região metropolitana de São Paulo, em Campinas e no Rio de Janeiro. São regiões que apresentam o maior déficit habitacional do Brasil, ainda que possuam renda per capita mais elevada.

“Preferimos sempre trabalhar nas áreas centrais. Compramos bons terrenos em áreas centrais, seja de São Paulo, Rio de Janeiro ou Campinas e desenvolvemos produtos para abranger todas as faixas do programa Casa Verde e Amarela e até um degrau acima do programa”, conclui Ronaldo.

Confira a entrevista na íntegra:

Imagem da Editoria Exame Invest
Juliano Passaro

Repórter da Exame


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame