Exame Invest
Minhas Finanças

Reabertura de fronteiras faz disparar procura por voos para os EUA

PUBLICADO EM: 22.9.21 | 13H38
Demanda por passagens para Orlando mais do que dobra com o anúncio de reabertura, segundo dados do Kayak. Passagem para o feriado de 15 de novembro saía por 2.700 reais ida e volta

Times Square, um dos cartões-postais de Nova York: (Getty Images)

Imagem da Editoria Exame Invest
Da Redação

Repórter da Exame



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 3MIN

A notícia da reabertura das fronteiras dos Estados Unidos para turistas brasileiros vacinados com as duas doses -- ou com a dose única --, a partir de novembro, levou a uma disparada nas procuras por passagens aéreas para cidades americanas. É o que revela um levantamento do Kayak, um dos principais sites de buscas de passagens e hospedagem do mundo.

A crescente procura, por sua vez, deve se traduzir em aumentos dos preços das passagens. Especialistas em finanças pessoais fazem três recomendações principais para o brasileiro que deseja viajar para os Estados Unidos ou outros destinos no exterior:

  1. Faça a programação da viagem com antecedência para ter acesso aos melhores preços;
  2. Ao comprar passagens e hospedagem, busque travar a cotação do dólar fazendo o pagamento em reais; dessa forma, será possível evitar o gasto a mais em caso de disparada do câmbio;
  3. Faça a compra de moeda estrangeira, seja dólar, euro ou outra divisa, de maneira gradual. Essa estratégia permite montar uma cotação média de compra, evitando o risco de entrar apenas no momento de alta do dólar.

O destino campeão dos brasileiros tem sido o estado da Flórida, ou mais exatamente as cidades de Orlando e Miami. São localidades que há muito tempo fazem parte da viagem de desejo dos brasileiros, seja por causa dos parques da Disney ou dos outlets com lojas de marcas com preços acessíveis, apesar da disparada do dólar para mais de 5 reais.

As buscas para Orlando cresceram 111% nesta semana (até o dia 21) na comparação com a semana anterior; no caso de Miami, a alta foi de 108%. Em terceiro lugar como destino com a maior alta na procura ficou Nova York (+86%).

Uma passagem de ida e volta para Orlando pela United saía por 2.709 reais na semana do feriado de 15 de novembro, com ida no sábado, dia 13, e volta no mesmo dia da semana, dia 20. São voos com uma escala. Era o voo mais barato nesta quarta-feira, 22 de setembro, em pesquisa realizada pelo Google Flights.

Se o destino for Nova York, também pela United, o voo direto saía por 3.406 reais, ida e volta.

Os destinos mais procurados do Brasil

O levantamento do Kayak revelou ainda que, no geral, considerando voos domésticos e internacionais, houve uma alta de 25% nas procuras na terça-feira, dia 21, na comparação com o mesmo dia em 2019, antes, portanto, da pandemia.

Essa alta foi causada pela procura por voos domésticos (+56%), o que sugere que, ainda que a novidade da semana tenha sido a reabertura das fronteiras dos Estados Unidos e da Argentina, houve benefício para o setor de turismo como um todo.

No caso dos voos internacionais, a procura ainda ficou 26% abaixo do mesmo dia em 2019. O aparente fraco resultado escondeu, no entanto, o melhor dado (ou o menos negativo) nessa comparação em um ano. Não faz muito tempo, há dois meses, a procura por voos para destinos no exterior estava 75% abaixo em relação a 2019.

Veja abaixo os 10 destinos cuja procura mais cresceu na última semana*:

  1. Cancún: +85%
  2. Natal: +38%
  3. Porto Seguro: +34%
  4. Florianópolis: +32%
  5. Cidade do México: +32%
  6. Teresina: +32%
  7. Maceió: +30%
  8. Fernando de Noronha: +28%
  9. Ilhéus: +26%
  10. João Pessoa: +21%

*Na comparação com o mesmo período em 2019.

 

Imagem da Editoria Exame Invest
Da Redação

Repórter da Exame


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame