Exame Invest
Mercados

Prévia operacional de Vale e Petrobras, plano da Oi e a semana na B3

PUBLICADO EM: 18.7.21 | 14H45
ATUALIZAÇÃO: 18.7.21 | 15H39
Próximos dias preveem a precificação de quatro empresas na reta final para o IPO: Desktop e Unifique, ambas de banda larga, Multilaser e Privalia

Loja da Oi: empresa agora dedicada à banda larga fixa apresenta seu plano estratégico até 2024 nesta segunda | Foto: Gustavo Gomes/Bloomberg (Bloomberg)

Imagem da Editoria Exame Invest
Bloomberg



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 3MIN

A semana que começa, a terceira de julho, terá indicadores operacionais das duas companhias com maior peso no Ibovespa. Os dados de produção e vendas da Vale (VALE3) no segundo trimestre serão conhecidos nesta segunda-feira, dia 19. O balanço completo da mineradora será divulgado na semana seguinte, no dia 28, ambos depois do fechamento do mercado.

Na quinta-feira, dia 22, será a vez de a Petrobras (PETR3, PETR4) divulgar os seus números de produção entre abril e junho, também depois do fechamento do mercado. O resultado financeiro sai no dia 4 de agosto.

Outros destaques da semana na bolsa brasileira, a B3: o Magazine Luiza (MGLU3) precifica na quinta-feira o follow on de até R$ 4,6 bilhões (contando lote adicional) para levantar recursos para bancar a sua maior aquisição, o KaBum!, plataforma líder de games e tecnologia.

Na terça, 20, a Neoenergia (NEOE3) dá início à temporada de divulgação de resultados do segundo trimestre.

No campo das ofertas públicas iniciais (IPO, na sigla em inglês), a semana pode selar a conclusão da estreia de quatro empresas: Desktop, Privalia, Multilaser e Unifique.

Veja abaixo os destaques do mercado corporativo na semana que começa:

A semana

  • Segunda-feira, 19 de julho: Sai o relatório de produção da Vale no segundo trimestre
  • A Oi apresenta a nova fase do seu plano estratégico para o triênio 2022-2024
  • Fixação do preço por ação para o IPO da Desktop, provedora de serviços de internet
  • Terça-feira, 20 de julho: A Neoenergia divulga o resultado do segundo trimestre depois do fechamento do mercado.
  • Definição de preço por ação em oferta subsequente primária do Grupo Soma
  • Via Varejo reúne acionistas em Assembleia Geral Extraordinária (AGE) para discutir alteração no nome da empresa para Via S.A. e ampliação do portfólio de marcas do grupo a outros ramos, como o de serviços financeiros
  • Fixação de preço por ação nos IPOs da Privalia e da Multilaser
  • Quarta-feira, 21 de julho: Estreia prevista das ações da Desktop no Novo Mercado da B3
  • Quinta-feira, 22 de julho: Sai o relatório de produção da Petrobras no segundo trimestre
  • Definição de preço por ação em follow-on de até R$ 4,6 bilhões do Magazine Luiza
  • Estreia prevista das ações da Privalia e da Multilaser na B3
  • Sexta-feira, 23 de julho: Definição de preço por ação em IPO da Unifique, empresa de banda larga e telefonia fixa de Santa Catarina.

Veja abaixo outros destaques da bolsa:

Nova aquisição da JBS

A família que controla a processadora de carnes Tönnies Holding estaria em negociações preliminares com a JBS (JBSS3) e com um investidor asiático para uma possível venda da empresa, segundo pessoas que falaram sob anonimato. O negócio poderia avaliar a maior processadora de carnes da Alemanha em até US$ 4,7 bilhões, segundo as pessoas.

Captação da Oi

A Oi (OIBR3, OIBR4), que na segunda-feira, 19, apresenta a nova fase de seu plano estratégico para o triênio 2022-2024, contratou bancos para avaliar alternativas de captação de recursos no mercado doméstico ou internacional de dívida. Os recursos devem ser utilizados para refinanciar a primeira emissão de debêntures da Oi Móvel.

A companhia agora se dedica à prestação de serviço de banda larga fixa, de forma crescente por meio de fibra óptica, agora que concluiu a venda de parte dessa divisão para um fundo do BTG Pactual (BPAC11) em conjunto com a Globenet.

IPOs adiados

A InterCement e a BBM Logística decidiram interromper os respectivos processos de abertura de capital (IPO). A InterCement já avaliava adiar os planos de IPO para não ter que reduzir o preço para a ação, segundo pessoas que falaram sob anonimato para a Bloomberg, e de fato citou no comunicado oficial a atual conjuntura de mercado.

A BBM Logística decidiu cancelar a oferta inicial por causa do que apontou ser um aumento da volatilidade no mercado.

(Com a Redação)

Imagem da Editoria Exame Invest
Bloomberg


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame