Exame Invest
Mercados

Quer dividendos na bolsa? Conheça 24 ações com maior potencial no ano

PUBLICADO EM: 4.1.21 | 19H30
ATUALIZAÇÃO: 5.1.21 | 14H12
Consultoria Economatica preparou levantamento dos papéis cujo Dividend Yield deve ser superior à atual taxa básica de juro do país

O segmento de energia elétrica foi destaque no levantamento das empresas pagadoras de dividendos, com oito ações para 2021 (Getty Images/iStockphoto)

Foto de Beatriz Quesada da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Beatriz Quesada

Repórter de mercados, passou pelas redações da revista Capital Aberto e rádio BandNews FM | beatriz.quesada@exame.com



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 3MIN

Uma das formas de se ganhar dinheiro com ações é recebendo uma parcela do lucro líquido da empresa na forma de dividendos. Ainda não é possível cravar quais serão os papéis com pagamentos mais vantajosos neste ano. É preciso, afinal, saber se haverá lucro antes de entender como ele será distribuído. Porém, algumas variáveis já são capazes de apontar quais empresas são candidatas ao posto de boas pagadoras de dividendos em 2021.  

Aprenda a cuidar melhor de seu dinheiro, sem complicações. Conte com a assessoria especializada do BTG Pactual digital

A consultoria Economatica realizou esse exercício de projeção e o resultado é uma lista com 24 papéis cujo rendimento do dividendo (Dividend Yield) deve ser superior à atual taxa básica de juro do país, de 2% ao ano. Para o levantamento, a Economatica considerou que a política de distribuição de dividendos e de juros sobre capital próprio (JCPs) da empresa no ano de 2021 será equivalente ou superior à do ano passado.

A ação com melhor Dividend Yield projetado para 2021 é a petroleira Enauta Participações (ENAT3), antiga QGEP Participações. A companhia lucrou 13,23% mais em 2020 do que em 2019, além de ter garantido remuneração 7,14% maior em dividendos e juros sobre capital próprio (JCPs) no mesmo período. Considerando que a empresa consolide os resultados de lucro em 2020 e que mantenha a política de distribuição de dividendos equivalente à do ano passado, o Dividend Yield projetado para o ano de 2021 é de 9,64%.

Os holofotes ficaram com o segmento de energia elétrica, que emplacou oito ações no levantamento — com destaque para a Taesa (TAEE11), ocupando o segundo lugar com Dividend Yield projetado de 9,63% para 2021. Os setores de seguros, imóveis e alimentos diversos participaram com duas ações cada um. Completando a lista, dez outros segmentos apresentaram uma ação cada.

Levantamento Economatica Dividend Yield 2021

Como critério para entrada na lista, as companhias tiveram volume financeiro médio diário em 2020 superior a 5 milhões de reais por dia. Além disso, todas as empresas elencadas apresentaram lucro tanto no ano de 2019 quanto nos primeiros nove meses de 2020 (os resultados do quarto trimestre das companhias ainda não foram divulgados).  (Economatica/Divulgação)

Para tentar antever os dados que ainda não estão disponíveis do quarto trimestre, a Economatica incluiu na lista apenas companhias cujo lucro apurado entre janeiro e setembro de 2020 corresponda a, no mínimo, 75% do lucro acumulado do ano de 2019. Com isso, espera-se que a companhia supere ou iguale em 2020 o resultado do ano anterior.

A consultoria reforça, no entanto, que a projeção para o Dividend Yield no ano de 2021 será maior que a do ano passado, mesmo que os lucros sejam iguais ou superiores aos de 2020 com relação ao ano de 2019. Isso acontece devido à pandemia de covid-19, que causou elevada desvalorização de alguns ativos no mercado no ano passado. 

O novo coronavírus, a propósito, também atrapalhou as projeções estabelecidas para as melhores pagadoras de dividendos de 2020. Das 21 ações listadas, somente nove atingiram o Dividend Yield superior aos 4% projetados antes da pandemia. A crise reduziu a distribuição de dividendos, que, em muitos casos, foram convertidos para geração de caixa e manutenção das operações. 

O destaque positivo de 2020 ficou com a Taesa (TAEE11), que apresentou rendimentos de dividendo de 9,63%, enquanto a expectativa era de 6,06%. Na outra ponta, as maiores decepções foram as ações de BR Malls (BRML3) e da Tupy ON (TUPY3), que projetavam Dividend Yield de 5,40% e 4,45%, respectivamente, mas não distribuíram nenhum dividendo ou JCP no ano.

Levantamento Economatica Dividend Yield 2020

(Economatica/Divulgação)

 

 

Foto de Beatriz Quesada da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Beatriz Quesada

Repórter de mercados, passou pelas redações da revista Capital Aberto e rádio BandNews FM | beatriz.quesada@exame.com


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame