Exame Invest
Minhas Finanças

QuintoAndar: o plano para destravar o mercado com crédito imobiliário

PUBLICADO EM: 9.8.21 | 6H30
ATUALIZAÇÃO: 8.8.21 | 18H41
Estratégia ganha força com aquisição recém-anunciada da startup ATTA Franchising, em negócio que também acelera oferta de serviços para moradia

Gabriel Braga (à esquerda) e André Penha, do QuintoAndar: as startups dão impulso à digitalização do mercado imobiliário

Foto de Marcelo Sakate da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Marcelo Sakate

Editor da EXAME Invest, jornalista com MBA em Mercado de Capitais e passagens por Folha de S. Paulo, Veja, 6 Minutos (C6 Bank) e CNN Brasil | marcelo.sakate@exame.com



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 4MIN

Uma das principais barreiras para quem busca comprar um imóvel é a obtenção de crédito imobiliário. Os modelos predominantes de análise de risco com exigências como pagamento de entrada de 10% a 30% do valor do imóvel na maioria dos casos e comprovação de renda compatível impedem que milhões de brasileiros consigam fazer a compra.

De olho em ampliar esse universo, o QuintoAndar, startup que tem a maior plataforma do país em aluguel e compra e venda de imóveis, acaba de realizar a aquisição da startup ATTA Franchising por valor não revelado.

Fundada em 2014 pelo empreendedor Renato Caporrino, a ATTA é uma startup que atua como um canal de distribuição de crédito imobiliário e outros produtos, com uso de tecnologia e inteligência artificial para operar com maior eficiência. Ou seja, para oferecer taxas mais baixas de acordo com cada perfil de cliente em uma ponta; e para permitir que bancos e outras instituições, além de imobiliárias e incorporadoras, consigam ampliar a demanda por crédito.

“Com a incorporação da ATTA, o QuintoAndar vai poder facilitar ainda mais o acesso das pessoas às casas dos seus sonhos, seja financiando ou alugando. Também vamos poder aumentar nosso impacto positivo no ecossistema, já que vamos investir para acelerar e expandir o valor que é gerado para parceiros, imobiliárias e, principalmente, para os clientes na ponta”, afirmou Gabriel Braga, co-fundador e CEO do QuintoAndar.

O modelo da ATTA, que é considerada a maior plataforma independente -- ou seja, sem vínculo de capital com bancos -- em crédito imobiliário do país, funciona com uma rede de franqueados. Já são mais de 110, que oferecem diretamente a mais de 1.500 imobiliárias e consultores autônomos em todo o país diversos serviços e produtos financeiros. A carteira atual tem mais de 200 mil clientes, que já tomaram mais de 4 bilhões de reais em crédito imobiliário (dados de maio).

A aquisição se encaixa como uma peça de um quebra-cabeça no plano estratégico do Quinto Andar, revelado à EXAME Invest pelo executivo-chefe de Tecnologia (CTO) e também co-fundador André Penha no fim de 2020.

Duas das prioridades elencadas para 2021 eram melhorar a experiência de compra de imóvel, reduzindo a assimetria de informações entre as partes e ampliando o acesso a quem quer comprar; e se tornar um marketplace de soluções para moradia de forma mais abrangente, ocupando um espaço entre o aluguel e a compra/venda de imóvel.

Um dos principais investimentos do QuintoAndar se dá no aperfeiçoamento de máquinas de decisão de crédito e análise de risco a partir de um volume crescente de dados. A incorporação da ATTA amplia o alcance dessa frente.

"O QuintoAndar vai trazer tecnologia e experiência para acelerarmos ainda mais nosso crescimento, desde aumentando o nosso alcance e os serviços que já temos como desenvolvendo inovações e soluções que vão beneficiar franquias, parceiros, clientes e o mercado como um todo”, disse Renato Caporrino, CEO da Atta.

A operação da ATTA no sistema de franquia amplia a possibilidade de a plataforma desenvolver e disponibilizar soluções para outras empresas do mercado, particularmente imobiliárias e construtoras, em um modelo B2B.

A ATTA também oferece home equity (modalidade de empréstimo em que o imóvel dado como garantia possibilita a cobrança de juros mais baixos), além de outras soluções como carta-fiança e capitalização.

Há três meses, a Atta adquiriu cerca de 60% da startup Otimize, uma consultoria de benefícios empresariais com foco em seguros. Na ocasião, o CEO da Atta disse que, com o negócio, a empresa passava a contar com um time de profissionais capacitados na oferta e gestão de produtos com foco em garantias locatícias e seguros.

Também com esse objetivo de oferecer soluções para moradia de forma abrangente, o QuintoAndar adquiriu no fim de 2020 o SíndicoNet, maior plataforma de conteúdo e serviços para condomínios do país.

O segmento de soluções e produtos para quem quer alugar ou comprar um imóvel é considerado um dos mais promissores da economia, o que no fim do dia beneficia um mercado potencial com milhões de clientes.

Outra startup que elegeu essa frente como uma das prioridades é a Loft, que há um mês anunciou a aquisição da startup CredPago. Os planos preveem que a CredPago consiga triplicar de 2 bilhões de reais para 6 bilhões de reais o saldo de crédito imobiliário concedido até o fim de 2022, segundo a EXAME IN.

A aquisição da ATTA, por sua vez, é a primeira desde o Quinto Andar levantou 300 milhões de dólares em maio, em rodada que o levou a ser avaliado em 4 bilhões de dólares. Trata-se da terceira startup mais valiosa da América Latina, ao lado da mexicana Kavak (de venda de carros usados) e atrás apenas do Nubank e da colombiana Rappi.

Na ocasião, Braga disse à EXAME Invest: "A operação de compra e venda de imóveis usados está só no começo, mas estamos muito animados com os resultados. E queremos ainda inovar muito na finalização dos negócios, no crédito imobiliário e no aumento da certeza da transação para as partes".

No mercado de compra e venda de imóveis usados, o volume anualizado pelos dados mais recentes divulgados supera a marca de 8.000 imóveis negociados pelo QuintoAndar, com um ritmo de expansão que vai de 50% a 100% a cada trimestre.

No mercado de aluguel, a startup fundada em 2013 por Braga e Penha tem mais de 50 bilhões de reais em ativos sob gestão, em mais de 100.000 contratos ativos. São fechados mais de 10.000 novos contratos mensalmente por meio da plataforma digital e de funcionalidades que reduzem a burocracia e agilizam o fechamento dos contratos.

Entre as inovações trazidas pela startup para o mercado estão a dispensa de fiador por parte do inquilino, a produção de fotos com qualidade para apresentar os imóveis, o agendamento de visitas e o fechamento do contrato de forma online.

Foto de Marcelo Sakate da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Marcelo Sakate

Editor da EXAME Invest, jornalista com MBA em Mercado de Capitais e passagens por Folha de S. Paulo, Veja, 6 Minutos (C6 Bank) e CNN Brasil | marcelo.sakate@exame.com


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame