Exame Invest
Academy

Reserva de emergência x inflação: como proteger seu patrimônio

PUBLICADO EM: 7.10.21 | 18H26
ATUALIZAÇÃO: 27.10.21 | 14H43
Jerson Zanlorenzi, head da mesa de renda variável do BTG Pactual digital, ensina a montar uma reserva de emergência em tempos de alta nos preços de produtos e serviços
reserva de emergência - inflação

Reserva de emergência: para começar no mundo dos investimentos é preciso fazer uma macroestratégia (Getty Images/iStockphoto)

Imagem da Editoria Exame Invest
Da Redação

Repórter da Exame



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 5MIN

Todo mundo que quer começar a investir precisa ter, antes de qualquer coisa, uma reserva de emergência. O problema é que a inflação pode atrapalhar os ganhos desse patrimônio, que, apesar de não ter o rendimento como objetivo principal, precisa proteger o investidor de perder poder aquisitivo. Por isso, o analista do BTG Pactual digital, Jerson Zanlorenzi, deu dicas para quem quer começar no mundo dos investimentos, em meio a este cenário doméstico de alta da inflação.

Descubra o caminho mais rápido, prático e seguro para você chegar à sua Liberdade Financeira.

Segundo estudo divulgado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) no mês passado, com base nos resultados da Pnad Contínua, jovens de 25 a 39 anos foram os mais afetados pela pandemia de covid-19 no Brasil. Isso porque os rendimentos efetivos reais médios desse grupo de pessoas caíram 3,2% no segundo trimestre de 2021 em comparação com o mesmo período do ano passado.

Para ajudar os brasileiros, o especialista do BTG, responsável pela mesa de ações e derivativos do BTG Pactual digital, decidiu compartilhar seus mais de dez anos no mercado financeiro. Foi dessa ideia que nasceu a série Nos Trilhos da Prosperidade, um curso totalmente online e gratuito (com certificado) que te ensina o caminho mais rápido, prático e seguro para chegar à Liberdade Financeira. Continue a leitura e saiba mais logo abaixo.

Ele explica que para começar no mundo dos investimentos é preciso fazer uma macroestratégia, que seria um “funil de investimentos”, que contempla três passos fundamentais. Entenda melhor a seguir.

1. Reserva de emergência

O primeiro passo é juntar dinheiro, algo essencial para poder conduzir os investimentos e construir seu patrimônio. Para fazer isso, é necessário constituir sua reserva de emergência.

Ela consiste no patrimônio acumulado de seis meses a um ano de suas despesas mensais. Na prática, você terá de organizar suas finanças, anotando tudo que entra e sai de dinheiro na sua conta, para saber quanto gasta, em média, todo mês. Ao conseguir calcular e saber para onde seu dinheiro está indo, você poderá cortar gastos, renegociar dívidas e, dessa forma, terá mais dinheiro “sobrando” ao final de cada mês.

“Todo mês, depois que sobrar caixa, você vai começar a juntar nessa conta. Vamos supor que você juntou 5.000 reais, que é o que a planilha te disse que você precisa ter de reserva de emergência. Onde investir? Esse dinheiro precisa estar disponível a qualquer momento. Se você precisar, em 5 minutos, ou no máximo em um dia, ele precisa estar na sua conta. Por isso, são indicados investimentos com resgates instantâneos, como o Tesouro Selic”, explica Zanlorenzi.

A reserva de emergência precisa ter custo zero ou, no mínimo, o menor custo possível. Títulos públicos atrelados à inflação como o Tesouro IPCA, com o vencimento mais longo, devem ficar para a segunda etapa, que é a da reserva de investimentos.

2. Reserva de investimentos

O segundo passo é fazer uma reserva de investimentos. Estamos falando de uma reserva que tem um objetivo diferente do montante guardado para emergências. Além de receber aportes mensais, ela deve ter um pouco mais de prazo.

“Pode ser um fundo de investimento. Ele naturalmente recebe muito mais aporte do que resgate. O resgate nessa etapa deve ser feito apenas em extrema emergência”, diz Zanlorenzi. Ou seja, o foco é ter um dinheiro que tenha uma rentabilidade maior e que olhe mais para o longo prazo, visto que, caso haja algum imprevisto, você já tem a reserva de emergência para lidar com isso.

O Tesouro IPCA, por exemplo, poderia entrar nesse passo, assim como fundos de renda fixarenda fixa, entre outros. Ele é uma boa alternativa para quem quer investir com segurança e sem perder poder de compra para a inflação. O título público tem como objetivo captar dinheiro para o governo investir em infraestrutura, saúde e segurança.

No caso de títulos que pagam juros semestrais, o investidor recebe o retorno não só no vencimento, mas também a cada semestre. Entretanto, se ele vender antes do prazo de vencimento, as taxas podem sofrer alterações tanto para cima quanto para baixo. Ou seja, apesar de ter liquidez diária, você pode ficar exposto a essas variações e, por isso, é indicado que você utilize esse investimento com foco no longo prazo e na reserva de investimentos, não na de emergência.

3. Construindo riqueza

Com o segundo passo iniciado, basta começar, finalmente, a construir riqueza. Em outras palavras, é a hora de começar a investir de verdade. Zanlorenzi reforça que neste passo é preciso se atentar ao seguinte fator: “A conta de riqueza não recebe resgate”.

“Para o efeito dos juros compostos acontecer, essa conta só tem que receber aportes e ter os proventos reinvestidos”, destaca Zanlorenzi. Aqui finalmente começa a jornada para construir riqueza.

Para explicar melhor esse processo de construção de riqueza e ajudar quem busca conquistar a performance máxima em sua carteira de investimentos, além de alcançar a tão sonhada liberdade e independência financeira, Zanlorenzi irá ensinar tudo na série Nos Trilhos da Prosperidade. Entenda melhor logo abaixo.

Nos Trilhos da Prosperidade

Pensando em ajudar cada vez mais brasileiros a alcançarem a liberdade financeira por meio de estratégias responsáveis de investimentos, a EXAME Academy preparou a série Nos Trilhos da Prosperidade, uma imersão com Jerson Zanlorenzi no mundo dos investimentos.

Dos dias 8 a 15 de novembro, os participantes terão a oportunidade de participar de um curso gratuito com o especialista do BTG Pactual digital, no qual aprenderão a estratégia usada por Zanlorenzi para cuidar melhor do seu dinheiro e alcançar seus objetivos, como a tão buscada liberdade financeira. As inscrições são gratuitas, a série será totalmente online e os participantes ainda recebem o certificado da Exame Invest.

QUERO PARTICIPAR DA SÉRIE NOS TRILHOS DA PROSPERIDADE PARA APRENDER A ALCANÇAR A LIBERDADE FINANCEIRA E RECEBER O CERTIFICADO DA EXAME INVEST

O que o curso oferece:

Na série, você vai descobrir os 3 grandes erros financeiros que estão levando mais de 72% dos brasileiros ao endividamento, e vai saber como corrigi-los em tempo recorde. Esse é o primeiro passo para transformar definitivamente sua vida financeira.

Quem embarcar no programar, também vai conhecer as principais modalidades de investimento ignoradas por mais de 90% dos brasileiros, que vão tornar a sua jornada rumo à liberdade financeira muito mais tranquila e acessível.

Por fim, o especialista do BTG ainda ensina o plano perfeito para você entrar em ação e assumir o controle da sua vida financeira.

Descubra como investir do jeito certo, aumentando os retornos e reduzindo os riscos, independentemente da sua experiência ou de quanto você tiver disponível para começar.

Dê o primeiro passo rumo à sua liberdade financeira. Inscreva-se na série online e gratuita Nos Trilhos da Prosperidade.

Imagem da Editoria Exame Invest
Da Redação

Repórter da Exame


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame