Fundos de previdência perdem até para o CDI; veja como se proteger | Exame Invest
Exame Invest
Minhas Finanças

Fundos de previdência perdem até para o CDI; veja como se proteger

PUBLICADO EM: 5.12.20 | 6H20
ATUALIZAÇÃO: 5.12.20 | 20H34
Taxas de administração elevadas até em fundos com gestão passiva consomem o baixo rendimento de fundos de aposentadoria nos últimos meses

Rentabilidade dos fundos previdenciários ficou comprometida na crise provocada pela pandemia (Getty Images/iStockphoto)

Foto de Bianca Alvarenga da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Bianca Alvarenga

Repórter especializada em finanças pessoais e investimentos, passou pelas redações de Veja, Folha de S. Paulo e 6 Minutos.



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 4MIN

Depois da aprovação da reforma da Previdência, em outubro de 2019, a importância de ter um plano B (ou plano A) para a aposentadoria ficou ainda mais evidente. Investir em um fundo de previdência para formar um pé de meia para a velhice pode ser uma boa alternativa, mas, antes de se planejar, é importante ficar atento ao desempenho e aos custos de cada aplicação.

Os maiores fundos previdenciários brasileiros têm enfrentado dificuldades para entregar um bom retorno para seus cotistas. A combinação de juros baixos e de altas taxas de administração acaba resultando em um desempenho abaixo até mesmo do CDI, índice de referência para a renda fixa.

Que tal investir com especialistas que selecionam a nata da nata dos fundos para o seu perfil? Conheça a EXAME Research

Em outubro, dos 10 fundos de previdência de renda fixa com maior patrimônio líquido, apenas um conseguiu superar o rendimento do CDI. Já entre os 10 fundos previdenciários multimercado, nenhum conseguiu bater o índice no mês. Os dados foram levantados pela prevtech Onze, gestora que oferece planos de previdência para empresas. Para Antonio Rocha, CEO da Onze, a principal razão para o mau desempenho dos fundos de aposentadoria são as altas taxas de administração.

"O cenário de juros baixos por si só não explicaria o rendimento abaixo das expectativas. As altas taxas de administração são determinantes. Vemos taxas que consomem 10%, 20% até 50% do retorno do CDI. De maneira geral, os fundos previdenciários brasileiros estão bem inadequados ao cenário atual de taxa de juros", diz Rocha.

Fundos de previdência de renda fixa

Por serem fundos de gestão passiva, os fundos previdenciários de renda fixa deveriam ao menos replicar o desempenho do CDI. No entanto só dois entre os maiores fundos (ambos administrados pela Caixa) conseguiram superar o índice de referência. Para piorar, os dois fundos com mais recursos no mercado, administrados pela Brasilprev, não conseguiram sequer atingir metade do rendimento do CDI e estão rendendo menos até do que a caderneta de poupança. São mais de 70 bilhões de reais sendo consumidos pela inflação e rendendo bem menos do que deveriam.


Recomendado para você

"No Brasil, 85% dos ativos de previdência estão em fundos de renda fixa. O brasileiro ainda acredita que esse tipo de fundo é melhor para os planos de aposentadoria, mas não precisa ser assim. Acredito que vamos nos aproximar do modelo de mercados maduros, onde os fundos de previdência têm um pouco mais o risco", diz Rocha, da Onze.

Veja abaixo o desempenho dos 10 maiores fundos de previdência de renda fixa:

FundoRendimento em outubro de 2020 (em %)Rendimento no ano (em %)Taxa de administração (em %)Patrimônio líquido (em bilhões de reais)
BRASILPREV RT FIX VI FIC RENDA FIXA-0,021,161,2539,473
BRASILPREV RT FIX II FIC RENDA FIXA-0,040,951,538,304
BRASILPREV RT FIX VII FIC RENDA FIXA0,021,530,835,205
BRADESCO VGBL F10 FIC RENDA FIXA0,001,491,021,757
ITAÚ FLEXPREV VISION FIC RENDA FIXA0,122,050,821,066
BRADESCO ATHENAS PGBL/VGBL FIC RENDA FIXA0,032,340,620,748
BRASILPREV RT FIX C FIC RENDA FIXA0,001,361,019,541
CAIXA BRASIL IMA-B 5 TÍTULOS PÚBLICOS FI RENDA FIXA LP0,184,480,218,309
ITAÚ FLEXPREV VISION PLUS FIC RENDA FIXA0,142,220,614,673
CAIXA BRASIL GESTÃO ESTRATÉGICA FIC RENDA FIXA-0,114,420,213,635
CDI0,162,43--

Fundos de previdência multimercados

Nos fundos multimercados, os ativos de renda variável têm um peso maior. Por isso, embora o retorno potencial seja maior, a volatilidade desses ativos é mais acentuada. A queda nas ações, causada pela pandemia do coronavírus, ainda está refletindo no desempenho dos multimercados. Dos 10 maiores fundos de aposentadoria multimercados disponíveis no mercado, quatro tiveram rendimento negativo no ano. Apesar de as perdas serem amargas, o prejuízo foi menor que o do Ibovespa, índice da bolsa de valores, no mesmo período. Apenas um conseguiu superar o CDI.

Veja o desempenho dos 10 maiores fundos de previdência multimercado:

FundoRendimento em outubro de 2020 (em %)Rendimento no ano (em %)Taxa de administração (em %)Patrimônio líquido (em reais)
BRADESCO PORTFÓLIO MODERADO PGBL/VGBL FIC MULTIMERCADO0,001,851,010,525
BRADESCO PORTFÓLIO DINÂMICO PGBL/VGBL FIC MULTIMERCADO-0,022,121,07,481
ITAÚ PREV VERDE AM FI MULTIMERCADO-0,632,292,06,424
ITAÚ PRIVATE PREV IMP 3 FIC MULTIMERCADO-0,07-4,331,05,969
VERDE AM ICATU PREVIDÊNCIA FIC MULTIMERCADO PREVIDENCIÁRIO-0,612,092,04,387
BRADESCO PORTFÓLIO ARROJADO PGBL/VGBL FIC MULTIMERCADO-0,072,751,04,217
ITAÚ PRIVATE PREV PERFIL 2 FIC MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADO0,01-0,920,83,682
BRASILPREV MULTIESTRATÉGIA II FIC MULTIMERCADO-0,43-8,792,03,591
BRASILPREV RENDA TOTAL CICLO DE VIDA 2040 FIC MULTIMERCADO-0,53-9,72,03,358
KINEA PREV FI MULTIMERCADO-0,030,321,53,274
Ibovespa

CDI

-1,6

0,16

-20,76

2,43

--

 


Leia também

Foto de Bianca Alvarenga da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Bianca Alvarenga

Repórter especializada em finanças pessoais e investimentos, passou pelas redações de Veja, Folha de S. Paulo e 6 Minutos.


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame