Tesla anuncia resultado após ação cair 19%: é a hora de comprar? | Exame Invest
Exame Invest
MERCADOS

Tesla anuncia resultado após ação cair 19%: é a hora de comprar?

PUBLICADO EM: 26.4.21 | 6H28
ATUALIZAÇÃO: 26.4.21 | 7H13
Empresa de carros elétricos de Elon Musk busca retomar confiança de investidores no curto prazo com notícias positivas
Tesla busca consolidar a liderança na venda de carros elétricos

Tesla busca consolidar a liderança na venda de carros elétricos

Imagem da Editoria Exame Invest
Da Redação

Repórter da Exame



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

Esta reportagem faz parte da newsletter EXAME Desperta. Assine gratuitamente e receba todas as manhãs um resumo dos assuntos que serão notícia.

A Tesla, do bilionário empreendedor Elon Musk, divulga o resultado do primeiro trimestre nesta segunda-feira, 26, depois do fechamento do mercado. Investidores que acreditam no potencial da montadora líder em carros elétricos podem encontrar no evento a oportunidade para novos ganhos caso os resultados superem as expectativas.

No consenso de mercado, a Tesla terá registrado um lucro por ação de 0,79 dólar, bem acima do 0,23 dólar no mesmo período um ano antes. As receitas, por sua vez, devem ter chegado a 10,29 bilhões de dólares, com alta anual de 72%. São números, no entanto, que estarão ligeiramente abaixo do apresentado na comparação com o quarto trimestre.

Depois de alcançar o recorde histórico de 900,40 dólares (intraday) no fim de janeiro, a ação da Tesla chegou a cair quase 40%, para a casa de 540 dólares no início de março, em meio ao movimento que derrubou as empresas de tecnologia. Na contramão, investidores buscaram ações de valor, de olho principalmente na reabertura da economia americana.

Mas as cotações estão se recuperando desde então e foram negociadas a 729,40 dólares na última sexta-feira, 23. Analistas dizem que a ação pode voltar a recuperar tração com a divulgação de dados que revelem o aumento da capacidade de produção ou ganhos maiores com créditos tributários no mercado americano.

Eventuais informações sobre a estratégia com bitcoin e a adesão de consumidores à criptomoeda também podem mexer com as ações, na visão de alguns analistas.

Do ponto de vista de regulação e segurança, novas informações sobre o acidente com o carro que utilizava piloto automático, há duas semanas, também pode pesar favoravelmente para a companhia.

Leia outros destaques desta edição da Desperta

 


Recomendado para você


Leia também

Imagem da Editoria Exame Invest
Da Redação

Repórter da Exame


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame