Exame Invest
Mercados

Tesla bate US$ 1 tri de valor após enorme encomenda de carros elétricos

PUBLICADO EM: 25.10.21 | 15H13
ATUALIZAÇÃO: 25.10.21 | 15H24
Ação da companhia sobe quase 10%, após notícia de que locadora irá comprar 100.000 veículos da marca, gerando receita de US$ 4,2 bilhões
Elon Musk

Elon Musk, fundador e CEO da Tesla | FotoLiesa Johannssen-Koppitz/Bloomberg/ via Getty Images (Bloomberg via Getty Images)

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 1MIN

A Tesla (TSLA) bateu 1 trilhão de dólares em valor de mercado nesta segunda-feira, 25, se tornando a quinta empresa dos Estados Unidos a atingir a marca.

O feito foi obtido após as ações da companhia de veículos elétricos dispararem quase 10%, com uma notícia da Bloomberg sobre a encomenda de 100.000 veículos da marca por parte da locadora de veículos Hertz. As entregas serão feitas nos próximos 14 meses. Ainda de acordo com a agência de notícias, a compra representaria uma receita de 4,2 bilhões de dólares para a Tesla.

No Brasil, os BDRs da Tesla (TSLA34) avançam 7,72%, já incorporando a valorização do real nesta sessão.

Antes da empresa de Elon Musk, o clube do trilhão das bolsas americanas era formado apenas por Google, Amazon, Microsoft e Apple. Apple e Microsoft, por sinal, já são avaliadas em mais de 2 trilhões de dólares. A terceira empresa mais valiosa do mundo é a saudita Saudi Aramco, com cerca de 1,995 trilhão em valor de mercado. A maior petroleira do mundo é a única empresa de fora dos Estados Unidos avaliada em mais de 1 trilhão de dólares.

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame