Exame Invest
Mercados

Rede de supermercados St Marche contrata bancos para IPO

PUBLICADO EM: 2.7.21 | 15H47
ATUALIZAÇÃO: 3.7.21 | 15H44
As discussões do grupo que inclui a operação do Eataly no Brasil estão em estágio inicial; St Marche foi fundado em 2002 pelos empresários Bernardo Ouro Preto e Victor Leal

Supermercado St Marche está mais próximo de abrir o capital na bolsa | Foto: Divulgação

Imagem da Editoria Exame Invest
Bloomberg



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

Por Felipe Marques e Vinícius Andrade, da Bloomberg

A rede de supermercados St Marche, voltada para o público de média-alta renda, avalia uma oferta pública inicial de ações (IPO) que pode levantar entre 600 milhões e 800 milhões de reais, de acordo com pessoas com conhecimento do assunto disseram à Bloomberg.

A empresa contratou os bancos de investimentos Santander Brasil, BTG Pactual (BPAC11) e Itaú BBA para coordenar e estruturar uma potencial oferta na bolsa local, disseram as pessoas, que pediram anonimato porque a informação não é pública. As discussões estão em estágio inicial e a empresa ainda pode desistir dos planos.

O St Marche foi fundado em 2002 por Bernardo Ouro Preto e Victor Leal e também opera as lojas Eataly e Empório Santa Maria. A empresa de private equity L. Catterton comprou uma fatia majoritária da empresa em 2016.

St Marche, Itaú BBA e Santander não comentam. L. Catterton, BTG não responderam a pedidos de comentários.

A L. Catterton possui cerca de 28 bilhões de dólares em ativos e investimentos ao redor do mundo, segundo seu site, e foi criada em 2016 a partir da combinação da empresa de investimentos Catterton e as operações de private equity do grupo de luxo LVMH e de seu fundador, o bilionário francês Bernard Arnault.

As ofertas de ações de empresas brasileiras levantaram 84,3 bilhões de reais desde o começo do ano, uma alta de 66% em relação ao mesmo período de 2020, de acordo com dados compilados pela Bloomberg. Nas próximas semanas, SmartFit e CBA estão entre as empresas programadas para estrear na bolsa.

Imagem da Editoria Exame Invest
Bloomberg


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame