Exame Invest
Mercados

Abertura de Mercado: Dólar pode cair abaixo de R$ 5?

PUBLICADO EM: 27.5.21 | 9H18
ATUALIZAÇÃO: 27.5.21 | 9H45
Condições macroeconômicas devem levar dólar a se desvalorizar até o fim do ano, segundo Jefferson Laatus
Moeda americana pode encerrar a sexta com queda pela sexta semana consecutiva

Dólar: moeda fechou último pregão cotada a 5,313 reais. | Foto: YItaci Batista/Estadão Conteúdo

Imagem da Editoria Exame Invest
Da Redação

Repórter da Exame



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 1MIN

A época do dólar a 5 reais pode estar com os dias contados. Isso é o que acredita Jefferson Laatus, estrategista-chefe e sócio-proprietário do Grupo Laatus. Segundo o especialista, as condições macroeconômicas devem ser cada vez mais favoráveis à moeda brasileira.

"O mundo está crescendo, a preocupação com a inflação [americana] está mais comedida e o segundo semestre tende a ser muito bom para as empresas [brasileiras] e para o crescimento do país. Isso tira toda a pressão envolvendo o dólar", afirmou Laatus, na Abertura de Mercado desta quinta-feira, 27.

Laatus também citou o ciclo de alta de juros no Brasil, que segundo ele, contribui ainda mais para a valorização do real. "Quanto mais alta é a nossa taxa Selic, mais atrai capital estrangeiro para investimentos atrelados aos juros [como renda fixa]", comentou. "Existe um cenário para vermos o dólar abaixo de 5 reais neste ano."

Até o último pregão, quando o dólar fechou cotado a 5,313 reais, sua valorização acumulada em 2021 era de 2,4%. No entanto, desde que bateu a máxima do ano, há menos de dois meses, a moeda americana já caiu 7,9% em relação ao real.

Imagem da Editoria Exame Invest
Da Redação

Repórter da Exame


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame