Exame Invest
Mercados

Abertura de mercado: IPO da Cobasi pode mostrar força do mercado pet

PUBLICADO EM: 30.8.21 | 9H49
Setor ainda é bastante pulverizado e tem espaço para crescimento e consolidação, diz analista do BTG Pactual digital
Cachorro e gato

Foto: FatCamera/Getty Images

Foto de Beatriz Quesada da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Beatriz Quesada

Repórter de mercados, passou pelas redações da revista Capital Aberto e rádio BandNews FM | beatriz.quesada@exame.com



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

A Cobasi, uma das gigantes do mundo pet no Brasil, pode estar perto de entrar na bolsa, seguindo os passos da concorrente Petz (PETZ3)

Paulo Nassar, presidente da rede varejista, afirmou em entrevista ao Estado de S. Paulo no último domingo, 29, que novas aquisições e uma oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) estão nos planos da empresa. Segundo Nassar, o IPO ainda não têm data para acontecer, e deve ser feito “quando for conveniente para o negócio.”

Para Marcel Zambello, analista do BTG Pactual digital, a notícia reforça que vale a pena ficar de olho no mercado pet. “Quando olhamos para a tese de investimento dessas empresas, percebemos que é um setor extremamente resiliente e que parece não ser derrubado por crises. A demanda é até mais forte que a oferta das companhias”, afirmou Zambello no programa Abertura de Mercado desta segunda-feira, 30. 

Entre os três maiores competidores do segmento – Cobasi, Petz e Petlove – , a Petz é a única companhia listada em bolsa. 

“Tomando a Petz como ponto de análise, é uma empresa que tem uma ótima performance na bolsa e apresentou um resultado trimestral forte, muito focado em crescimento”, afirma o analista. A empresa registrou um lucro líquido de 21,6 milhões de reais no 2º trimestre de 2021, valor que representa uma alta de 109% em um ano.

A Petz utilizou os recursos captados em sua oferta para financiar seu plano agressivo de crescimento e Zambello reforça que estratégia pode ser replicada pela Cobasi na busca por consolidação no setor, que ainda é bastante pulverizado. “A Cobasi não quer ficar para trás”, diz. 

Foto de Beatriz Quesada da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Beatriz Quesada

Repórter de mercados, passou pelas redações da revista Capital Aberto e rádio BandNews FM | beatriz.quesada@exame.com


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame