Exame Invest
Mercados

Abertura de Mercado: queda do mercado chinês favorece bolsas emergentes

PUBLICADO EM: 27.7.21 | 9H03
Bolsas de Xangai e Hong Kong têm segundo dia de fortes perdas; gigantes de tecnologia já superam 10% de queda na semana
China vai promover sustentabilidade da dívida em países em desenvolvimento, diz vice-ministro

Bandeira da China | Foto: Thomas Peter/Reuters (REUTERS)

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 1MIN

O mercado chinês registrou seu segundo dia de fortes perdas na madrugada desta terça-feira, 27, com o principal índice de Xangai acumulando queda de 4,40% nesta semana, enquanto o Hang Seng, de Hong Kong, já caiu 8,06%. A desvalorização se concentra principalmente em ações de tecnologia e educação, setores que vêm sofrendo tentativas de interferência do governo chinês. Desde segunda-feira, 26, as ações do Alibaba tiveram depreciação de 12,3% e as da Tencent, de 16%.

Embora negativa para os ativos locais, a debandada de investimentos na China deve beneficiar os mercados emergentes, segundo Bruno Lima, analista-chefe de ações do BTG Pactual Digital. "Com os juros baixos no mundo todo, ainda há capital abundante e esse dinheiro tende a ir para outras economias à procura de investimentos de risco. É uma boa oportunidade para todos outros [mercado] emergentes", disse Lima na abertura de mercado desta terça.

Para o analista, o Brasil pode ser um dos destinos. Mas para isso, as condições de mercado têm de estar propícias para atrair investimentos. Entre os fatores para que esse ambiente se forme, Lima cita a possibilidade de a economia ganhar tração e os resultados corporativos saírem sólidos. O teste de fogo começa já nesta semana, com a apresentação de balanços de algumas das principais empresas do país, como Vale (VALE3) e Ambev (ABEV3).

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame