Exame Invest
Mercados

Ações da Usiminas disparam 5,36% em véspera de balanço

PUBLICADO EM: 22.4.21 | 16H16
ATUALIZAÇÃO: 22.4.21 | 18H23
Dados do setor da indústria brasileira de aço alimentam expectativas sobre resultado do primeiro trimestre do setor
usiminas

Fábrica da Usiminas

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 2MIN

As ações da Usiminas (USIM5) fecharam em alta de 5,36% nesta quinta-feira, 22, com investidores se antecipando ao resultado do primeiro trimestre. Na máxima intradia, os papéis chegaram a registrar valorização de 7,16%.

Movimentos semelhantes são comuns quando há convicção por parte do mercado de que os números irão superar as expectativas majoritárias.

De acordo com estimativas colhidas pela Bloomberg, o consenso é de que a empresa tenha registrado lucro líquido de 934 milhões de reais, revertendo o prejuízo de 477 milhões de reais do mesmo período de 2020.

Sabe onde estão as melhores oportunidades da bolsa? Descubra com o time de analistas da EXAME Invest Pro

Mas dados divulgados nesta semana pelo Instituto Aço Brasil (IABr) têm alimentado a esperança de que os números da empresa - e de todo o setor - venham ainda melhores do que o esperado. 

De acordo com com o IABr, as vendas internas do produto no país atingiram 5,9 milhões de toneladas, representando um crescimento de 29% frente ao mesmo período do ano passado. Em março, as vendas internas de aço atingiram o maior patamar desde outubro de 2013, com alta de 41,9% em relação a março de 2020. 

No mês, as vendas internas de aços planos (principal produto da Usiminas) bateu recorde, com 1,221 milhões de toneladas vendidas. "Os números indicam que a demanda de montadoras e industrial como um todo estão se recuperando", afirmam analistas do Credit Suisse em relatório.

Com as vendas em alta, os dados do IABr mostram que a confiança do setor também segue elevada em abril, em 67,4 pontos, 1,9 ponto acima de março e 17,4 além da faixa dos 50 pontos que divide o otimismo do pessimismo. 

Além da Usiminas, as expectativas positivas para o setor também tiveram impacto favorável sobre ações de outras empresas do setor, com CSN (CSNA3), Gerdau (GGBR4) e Gerdau Metalúrgica (GOAU4) fechando em respectivas altas de 4,16%, 3,72% e 3,42% até o encerramento desta reportagem. 

Esteja sempre informado sobre as notícias que movem o mercado. Assine a EXAME

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame