Exame Invest
Mercados

Ata do Fed, CPI da Covid, IPO da BBM e o que mais move o mercado

PUBLICADO EM: 7.7.21 | 7H06
ATUALIZAÇÃO: 7.7.21 | 9H03
Bolsas avançam após pausa em sequência de sete altas das bolsas americanas; mercado local segue atento aos desdobramentos políticos
Jerome Powell, presidente do Fed fala sobre decisão de cortar juros na quarta-feira, 30 de outubro de 2019.

Jerome Powell: presidente do Fed | Foto: Al Drago/Bloomberg (Bloomberg)

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com



Compartilhe nas redes sociais
GUIA
Em alta

INVISTA 4MIN

O mercado internacional voltou a demonstrar algum apetite por risco nesta quarta-feira, 7, após as bolsas americanas terem quebrado a sequência de sete altas consecutivas. Nesta manhã, as bolsas da Europa e os índices futuros dos Estados Unidos sobem, enquanto investidores aguardam pela divulgação da ata da última reunião de política monetária do Fomc, prevista para às 15h. 

Na véspera, dados de serviços americanos abaixo do esperado, a queda repentina do petróleo e o cerco chinês a gigantes de tecnologia do país pressionaram o mercado internacional negativamente. No Brasil, somou-se à sopa o ingrediente político, fazendo o real ter a pior performance entre as principais moedas do mundo, com o dólar subindo 2,4% e voltando aos 5,21 reais

Nesta quarta, investidores irão avaliar de perto a ata do Federal Reserve (Fed) em busca de sinais de redução de estímulos via menor compra de ativos. Para analistas do ING, uma postura mais contracionista do Fed pode causar um mal-estar entre os investidores, principalmente após a leitura do ISM, que indicou uma recuperação mais lenta do que a esperada para o setor de serviços americano. 

Dados do dia

Além da ata do Fed, o número de ofertas de empregos de maio será divulgado hoje nos Estados Unidos. No Brasil, o principal dado econômico será o de vendas do varejo referente ao mês de maio, para o qual é esperado um crescimento mensal de 2,3%, segundo o consenso da Bloomberg. Na comparação anual, a expectativa é de alta de 17,5%. Junto com as vendas no varejo, às 9h, será divulgado o IGP-DI de junho, com estimativa de desaceleração da inflação mensal de 3,4% para 0,2%.

Invista com o maior banco de investimentos da América Latina. Abra sua conta no BTG Pactual Digital.

Riscos políticos

No radar dos investidores brasileiros também estará o andamento da CPI da Covid, que irá ouvir nesta quarta o ex-diretor do departamento de logística do Ministério da Saúde, Roberto Ferreira Dias. Dias foi exonerado na semana passada após ser acusado pelo representante da Davati Medical de ter pedido propina de 1 dólar por dose em negociações sobre a compra da vacina AstraZeneca pelo governo federal.

Ainda no ambiente político, o mercado aguarda por definições referentes à reforma tributária. Segundo o Valor, o ministro Paulo Guedes tem reiterado sua posição em prol de uma alíquota de 20% sobre os dividendos, ainda que uma redução para 15% não tenha sido descartada.

Na frente de despesas do governo, o presidente Jair Bolsonaro assinou a prorrogação do auxílio emergencial por mais três meses na segunda-feira, 6. A ideia do Ministério da Economia é de que em novembro seja feito um aumento de 50% do valor médio do Bolsa Família.

BBM Logística

A BBM Logística irá precificar sua oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) nesta quarta. Com faixa indicativa entre 25 e 30 reais por ação, a empresa pode levantar cerca de 1,2 bilhão de reais, considerando o preço médio de 27,5 reais e a venda de ações adicionais e suplementares. De oferta restrita, o IPO não foi aberto ao público geral, que terá acesso ao papel apenas na próxima segunda-feira, 12, quando as ações da empresa irão estrear na B3.

Três Tentos

Também está prevista para esta quarta a precificação do IPO da Três Tentos, com faixa indicativa de 11,75 e 13,75 reais. Considerando a média de 12,75 reais e a colocação das ações suplementares e adicionais, a oferta pode levantar 1,9 bilhão de reais. Com oferta restrita, as pessoas físicas terão acesso ao papel na data de sua estreia na B3, na próxima segunda.

Leilão da Oi

A Oi (OIBR3/OIBR4) deve vender nesta quarta o controle de sua empresa de fibra ótica, a InfraCo. Na mesa, está um proposta vinculante do BTG Pactual e da Globonet de 12,9 bilhões de reais, aceita ainda em abril. De acordo com o valor, somente esta proposta foi feita.

Ambipar

A Ambipar (AMBP3) anunciou na última noite mais uma aquisição, chegando a 18 o número de compras desde que abriu capital na B3, no ano passado. Desta vez, a empresa adquiriu 100% da americana Swat Consulting, focada em atendimento de emergências ambientais e com duas bases operacionais nos estados de Michigan e Dakota do Norte. Em 2020, a empresa faturou 7,5 milhões de dólares. 

Mater Dei

O Hospital Mater Dei (MATD3) anunciou a compra de 70% do Grupo Porto Dias, com atuação no Pará. A aquisição, segundo fator relevante, faz parte da “estratégia de crescimento inorgânico com a criação de um hub regional no Norte do país”. Aquisição custou 800 milhões de reais mais a emissão de 27,3 milhões de ações, representando 7,1% da empresa. 

Even

A agência de classificação de risco Standard & Poor’s elevou o rating da Even (EVEN3) de brAA para brAA+, com perspectiva positiva. 

Foto de Guilherme Guilherme da Editoria Exame Invest que escreveu o artigo
Guilherme Guilherme

Repórter de mercado | guilherme.guilherme@exame.com


Compartilhe nas redes sociais
Mosaico do rodapé com as cores da Exame